Siga Marcello Reis no FOICEbook

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Sr. Sergio Cabral abdicou de suas obrigações para ficar em palanques em favor de Dilma Rousseff.

O Sr. Governador Sergio Cabral tem a missão de proteger a Sociedade do Rio de Janeiro, mais ele não cumpriu sua missão devido aos inúmeros compromissos com os palanques em favor de Dilma Rousseff que o deixou sem tempo nos últimos 5 meses para agir em PROL da Sociedade do Rio de Janeiro.




O Governador Sergio Cabral Filho ao ficar palanqueando em favor de Dilma Rousseff, abdicou-se de suas obrigações como Governador do Rio de Janeiro, o mesmo foi peça fundamental para a degradação da segurança publica no Estado do Rio de Janeiro.
A sociedade do Rio de Janeiro está a mercê do crime organizado e o Sr. Governador há pouco recusou a ajuda da Polícia Federal, afirmando que está tudo sob controle.
Sob controle, significa estar tudo bem e na devida ordem, além de ter sob domínio e total vigilância, mas não é isto que estamos vendo nas reais informações. Sendo assim, podemos classificar como fala mentirosa e demagoga, para novamente esconder do Povo o descontrole que este Governador tem sob seu comando, ele se iguala a fala demagoga e mentirosa do desgoverno de Lula.( Lula afirma que Enem foi um sucesso.)

O Sr. Governador Sergio Cabral Filho está manipulando palavras e equivocadamente afirma que é uma ação desesperada dos criminosos, mas na verdade a única ação desesperada e real é da sociedade do Rio de Janeiro na tentativa de se PROTEGER.
Sugerimos ao Sr. Governador Palanqueiro pró Dilma, que é melhor ficar calado do que dirigir palavras mentirosas e demagogas para a sociedade, que na realidade, vive clima de tensão e está oprimida pela omissão do atual Governador que deixou de exercer suas obrigações para somente ficar apoiando Dilma.

Sr. Sergio Cabral, vá trabalhar em PROL da sociedade e pare de proferir palavras demagogas e mentirosas para o povo Carioca.
O Sr. só proclama essas palavras porque o Sr. e seus familiares  estão em segurança, diferente da sociedade do Rio de Janeiro.


Ass: Administração