Siga Marcello Reis no FOICEbook

domingo, 30 de janeiro de 2011

Seja Exemplo...Seja Orgulho...Seja em PROL de um Brasil Melhor!!!

Lute em PROL de um Brasil melhor!!!
Desistir Jamais!!!
Um Brasil sem Corruptos, Um Brasil de Futuro!!!


Seja um exemplo: as crianças seguem exemplos. Seu filho será o adulto de amanhã e vai repetir as coisas que você faz hoje. Você é o agente de transformação responsável pelo adulto que seu filho se tornará .. 


É possível ter mais tempo com seus filhos. Trata-se apenas de criar novos hábitos e inserir atividades simples na sua rotina. Não adianta ficar se culpando; encontre uma forma de conseguir equilibrar essas funções. 



E, lembre-se: 
você deve sempre pensar nas pessoas realmente importantes de sua vida ... pense nisso com carinho, isto é o maior ato de amor da sua vida ♥



Beijos ... ♥

Assinado
Marcello Reis


A Herança maldita - Mentiras - Desvios - Roubos e 55 milhões de enganados!!!! rsrsrs



Atrasos e cortes ameaçam obras propostas por Dilma
Atrasos herdados da administração anterior e a necessidade de cortar investimentos para equilibrar as contas do governo ameaçam algumas das principais promessas da campanha eleitoral da presidente Dilma Rousseff. Manter em dia o cronograma de realizações significa construir, só neste ano, 3.288 quadras esportivas em escolas, 1.695 creches, 723 postos de policiamento comunitário, 2.174 Unidades Básicas de Saúde e 125 Unidades de Pronto Atendimento, além de centenas de milhares de moradias subsidiadas para a população de baixa renda. As metas constam do planejamento oficial que embasou a elaboração do Orçamento deste ano – até hoje não sancionado pelo Planalto, o que reduz a virtualmente zero a possibilidade de liberar dinheiro público para novos projetos.

Fora os compromissos de apelo popular mais imediato, há ainda R$ 7 bilhões destinados a novas obras em rodovias, ferrovias, portos, irrigação e saneamento, igualmente incluídas na segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento, batizada de PAC 2. Completar um mês sem iniciar investimentos é usual para um começo de administração, mesmo no caso de um governo de continuidade. A equipe econômica, porém, já prepara o terreno para uma demora maior.

É preciso combinar dois objetivos: o fiscal – bloquear despesas e elevar os recursos para o abatimento da dívida pública, desde 2009 abaixo do prometido – e o gerencial – encerrar a lista de obras e projetos prioritários inacabados, grande parte deles coordenados pela própria Dilma nos tempos de ministra-chefe da Casa Civil. Em um cenário de recursos escassos, as obras já em curso ganham primazia, como já indicaram a Fazenda e o Planejamento. Mais delicado politicamente seria citar pelo nome os candidatos a serem preteridos.
Fonte: FOLHA DE S.PAULO

Assinado
Marcello Reis