Siga Marcello Reis no FOICEbook

segunda-feira, 18 de junho de 2012

A MENTIRA É UMA VIRTUDE PARA TODO O BOM COMUNISTA, TERRORISTA...

Hoje vou falar sobre as MENTIRAS que estes ESCROQUES COMUNISTAS costumam contar, vou começar com o vídeo do josé dirceu onde o próprio TERRORISTA que lutou CONTRA O BRASIL, durante a INTENTONA COMUNISTA para a qual, este TERRORISTA foi preparado em países COMUNISTAS como o próprio josé dirceu (MENTIROSO CONTUMAZ) fala neste vídeo, onde diz que NÃO FOI TORTURADO e no final, fala que todos eram torturados, e eram mortos da mesma maneira... Ora! Como acontecia isto da maneira como eles adoram colocar, se o mesmo e tantos outros ESCROQUES COMUNISTAS estão vivos e no poder??? Que Ditadura foi esta??? Eles adoram se passar por santinhos, mas vamos denotar o significado das palavras: TERRORISTA, SOCIALISTA, SEQUESTRO, CLANDESTINA, GUERRILHA, EXÍLIO e o que era a CASA DOS 28, palavras citadas pelo josé dirceu no vídeo.

TERRORISTA: É  é o uso de violência, física ou psicológica, através de ataques localizados a elementos ou instalações de um governo ou da população governada, de modo a incutir medo, terror, e assim obter efeitos psicológicos que ultrapassem largamente o círculo das vítimas, incluindo, antes, o resto da população do território. É utilizado por uma grande gama de instituições como forma de alcançar seus objetivos, como organizações políticas de esquerda e direita, grupos separatistas e até por governos no poder.

SOCIALISMO: Refere-se a qualquer uma das várias teorias de organização econômica advogando a propriedade pública ou coletiva e administração dos meios de produção e distribuição de bens e de uma sociedade caracterizada pela igualdade de oportunidades e ou meios para todos os indivíduos com um método mais igualitário de compensaçãoAlguns socialistas defendem a nacionalização completa dos meios de produção, distribuição e troca, outros defendem o controle estatal do capital no âmbito de uma economia de mercado, ou seja, o CONTROLE DO ESTADO do capital e o fim da propriedade privada. E ISTO ELES CHAMAM DE DEMOCRACIA!!!

SEQUESTRO: Quando se refere a uma PESSOA, trata-se do ato de privar ilicitamente uma pessoa de sua liberdade, mantendo-a em local do qual ela não possa sair livremente. Quando se refere a um BEM, trata-se do ato de apreender ou depositar um ou mais bens, sobre os quais pese litígio, como forma de garantir que sejam entregues, no final de um processo, a quem lhes seja destinado por direito.

GUERRILHAA guerra de GUERRILHA é frequentemente associada ao terrorismo uma vez que dispõe de um pequeno contingente para atingir grandes fins, fazendo uso cirúrgico da violência para combater forças maiores. Seu alvo, no entanto, são forças igualmente armadas procurando sempre minimizar os danos a civis para conseguir o apoio destes. Assim sendo, é tanto mais uma tática militar que uma forma de TERRORISMO.

CLANDESTINAGeralmente, refere-se a alguém que reside num país que não é o seu, ou que terá saído do seu próprio país pelos mais diversos motivos. Pode também referir-se a alguém que comete crimes e que se encontra em fuga às autoridades.
Em regimes ditatoriais, a clandestinidade é uma das poucas formas de se conseguir exercer oposição às políticas impostas pelo partido no poder, exigindo na maior parte das vezes uma situação bastante precária, não havendo direito a documentos de identificação oficiais, ignorando assim a existência do indivíduo perante o estado. Vale ressaltar que os CLANDESTINOS neste caso, eram dissidentes brasileiros que foram treinados em países comunistas como pontuou o próprio dirceu no vídeo que você irá assistir abaixo.

EXÍLIO: É o estado de estar longe da própria casa (seja cidade ou nação) e pode ser definido como a expatriação, VOLUNTÁRIA ou forçada de um indivíduo. Também pode-se utilizar as palavras, banimento, desterro ou degredo. Alguns autores utilizam o termo exilado no sentido de refugiado. Existe também o AUTO-EXÍLIO que foi praticado por estes ESCROQUES COMUNISTAS, alguns indivíduos, sentindo-se ameaçados ou vítimas de perseguição política, podem buscar exílio por iniciativa própria em outros países, sem que tenha havido nenhum ato legal ou jurídico que de fato implique a sua saída. A isto, costuma-se chamar auto-exílio ou exílio voluntário. Essa modalidade de exílio costuma ser desmerecida por apoiadores do regime que motiva a saída do dissidente, por não configurar "tecnicamente" um exílio imposto, mas é tratada de igual para igual com os exílios forçados por organizações de direitos humanos, como a Anistia Internacional e os ESCROQUES COMUNISTAS DO BRASIL, pois os mesmos não receberam nenhum documento oficial dos militares do Brasil, dizendo que eles foram convidados a se retirar do país.

CASA DOS 28: Lugar onde os TERRORISTAS DO BRASIL foram hospedados pelo governo Cubano em Havana, e onde o josé dirceu encontrou-se com mais 27 KAMARADAS para fazerem treinamento militar junto que lutaram com ele no movimento estudantil. Dirceu não tinha contato e não era militante da organização do Marighella, e ao encontrar com estes "companheiros", foi integrar-se ao grupo que estava em Cuba pela ALN (Ação Libertadora Nacional) para darem segmento nos treinamentos de guerrilha em Cuba.

JOSÉ DIRCEUNascido em Passa Quatro, uma pequena cidade do interior de Minas Gerais, o ex-ministro da Casa Civil no governo lulla, José Dirceu de Oliveira e Silva apaixonou-se cedo pela política. Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), teve destacada atuação como liderança do movimento estudantil nos "anos de chumbo" durante o REGIME MILITAR, que ele tanto adora chamar de DITADURA MILITAR. No dia 12 de outubro de 1968, durante o 30º Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE), realizado em um sítio de Ibiúna-SP, Dirceu acabou preso e conduzido para o Departamento de Ordem Política e Social (DOPS).

No início de setembro de 1969, em troca da libertação do embaixador norte-americano Charles Burke Elbrick, SEQUESTRADO por integrantes das organizações guerrilheiras de esquerda Ação Libertadora Nacional (ALN) e Movimento Revolucionário 8 de Outubro (MR-8), Dirceu e mais 14 presos políticos foram libertados pelos militares e FUGIRAM do país e não foram EXILADOS como adoram dizer aos brasileiros usando a mídia. "Cassaram a minha nacionalidade, me baniram do país", afirma Dirceu, que exilou-se em Cuba e retornou na condição de clandestino para o Brasil. Após a anistia, ajudou a fundar o Partido dos Trabalhadores, em 1980. Eleito deputado federal, participou da CPI que levou ao impeachment e à suspensão dos direitos políticos do então presidente Fernando Collor de Mello. Quando Lulla da Silva foi eleito presidente da República em 2002, José Dirceu logo assumiu uma posição de protagonismo em Brasília. Nomeado ministro-chefe da Casa Civil, era o homem forte do Governo Lula até as denúncias do deputado federal Roberto Jefferson provocarem uma grande crise política, que culminou com a sua saída da equipe ministerial e a cassação do seu mandato de deputado federal, ou seja, UMA VEZ BANDIDO, SEMPRE BANDIDO...

"Vivi o exílio e a clandestinidade e, nas duas situações, a repressão, o endurecimento da ditadura, as mortes e desaparecimentos políticos provocados pela ditadura, a prisão e tortura infringidas aos idealistas que resistiam à ditadura, e a saga dos milhares de brasileiros que, como eu, foram obrigados a se exilar. Em Cuba reencontrei os companheiros da Ação Libertadora Nacional e comecei a fazer treinamento militar. Lá, estudei e trabalhei quando não estava fazendo treinamento ou me preparando para voltar ao Brasil.
Nunca mantive contato com minha família durante o exílio e a clandestinidade, a não ser para avisar que estava vivo. De volta ao Brasil, lutei na clandestinidade entre 1971 e 1972. Sem condições de permanecer no país, voltei para Cuba por decisão de minha organização, o MOLIPO [Movimento de Libertação Popular]. E vivi também clandestinamente em Cruzeiro do Oeste, no Paraná, de 1975 a 1980, onde me casei com Clara Becker e tive um filho, José Carlos, hoje prefeito da cidade. Com a anistia em 1979, voltei à atuação política normal, ajudei a fundar e a organizar o PT. Durante os anos que vivi no Paraná, aproveitei para conhecer o Brasil e estudar, ler, viajar. Só voltei a fazer contatos políticos no meio do ano de 1979, quando já estava claro que a anistia viria graças à luta democrática dirigida pelo MDB e à ascensão das greves operárias lideradas por Lula."



Depois de conhecerem um pouco mais sobre a obra deste ESCROQUE COMUNISTA, vou deixar algumas citações que inspiram estes KAMARADAS, dito "Santos" pelos professores esquerdistas que tinha a missão de ensinar a história do Brasil, de maneira errada como táticas Gramiscistas para cooPTarem as mentes dos jovens, e assim, ser mais fácil de montar outros exércitos de jovens apoiadores de GENOCIDAS COMUNISTAS, que utilizam camisas estampadas com a figura do "che guevara" e a foice e o martelo, ou a estrela do PT.


"É necessário que todo guerrilheiro urbano mantenha em mente que só poderá sobreviver se estiver disposto a matar os policiais e todos aqueles dedicados à repressão. E se está verdadeiramente dedicado a expropriar a riqueza dos grandes capitalistas, os latifundiários e os imperialistas". Marighella - Manual do Guerrilheiro Urbano

"O guerrilheiro é um reformador social." Ernesto Che Guevara


Não quero deixar nenhum dúvida sobre o que falo, e gostaria que todos pudessem assistir este documentário que mostra bem o que estes GENOCIDAS COMUNISTAS fizeram com seu próprio povo, durante a década de 30, a mando de stalin, que em apenas um ano, ASSASSINOU de maneira atroz e covardemente, famílias inteiras vítimas de FOME, FRIO, TIRO NA NUCA E EMPALAMENTO. Esta história está se repetindo e o povo alienado parece que não quer ver.

TEMOS QUE ACABAR COM ESTA PORCARIA QUE ENSINAM PARA OS NOSSOS JOVENS NAS ESCOLAS E UNIVERSIDADES, QUANDO ESTES PROFESSORES ESQUERDISTAS ENSINAM OU FALAM SOBRE O MARXISMO, PROCURE SABER DOS SEUS FILHOS O QUE ELES ACHAM DE MARX E O QUE ESTÃO ENSINANDO EM SUAS ESCOLAS, POIS É DENTRO DELAS QUE COMEÇAM AS PRÁTICAS CORRUPTAS DESTES ESCROQUES COMUNISTAS.


A História Soviética é um documentário, lançado em 2008, sobre o comunismo na União Soviética e as relações germano-soviéticas antes de 1941. Escrito e dirigido por Edvins Snore e patrocinado pela grupo da União para a Europa das Nações (nacionalistas/eurocépticos) do Parlamento Europeu. Snore passou 10 anos coletando informações e dois anos filmando, em vários países.

O filme apresenta entrevistas com historiadores ocidentais e russos, como Norman Davies e Boris Sokolov, o escritor russo Viktor Suvorov, o dissidente soviético Vladimir Bukovsky, membros do Parlamento Europeu e os participantes, bem como as vítimas do terror Soviético.

O filme argumenta que houve uma estreita conexão filosófica, política e organizacional entre os regimes Nazista e Soviético, antes e durante as primeiras fases da II Guerra Mundial .

Destaca o Grande Expurgo, bem como, o genocídio do Holodomor, o massacre de Katyn, a colaboração da polícia secreta soviética (NKVD) com a Gestapo nazista, deportações em massa na União Soviética e experiências médicas nos Gulags.

A resenha de The Soviet Story feita pelo jornal The Economist elogia o filme dizendo:
"Soviet Story é o mais poderoso antídoto atual para a reparação do passado. O filme é emocionante, audaz e rigoroso. [...] O objetivo principal do filme é mostrar a estreita conexão -- filosófica, política e organizacional -- entre os regimes Nazista e Soviético".
The Economist conclui a resenha denominando o documentário "um trabalho nitidamente provocante".

Vários Membros do Parlamento Europeu (MPEs) expressaram visões favoráveis do filme. De acordo com os MPEs Letões Inese Vaidere e Girts Valdis Kristovskis que escrevem na Revista de Parlamento (Parliament Magazine):
"The Soviet Story faz uma contribuição significante para o estabelecimento de um entendimento comum da história e nos traz mais próximos da verdade sobre os eventos trágicos do século XX." Um entendimento comum da história entre os estados membros é crucial para o futuro de toda União Européia." 
O MPE britânico Christopher Beazley comentou: "Este filme é muito importante. É uma representação muito poderosa do que aconteceu na Polônia, na Letônia e nos outros países da Europa Central."

Depois de assistir o filme, o MPE finlandês Ari Vatanen fez o seguinte comentário: "É uma mensagem poderosa. Obrigado por contar a verdade. O filme despertará as pessoas. ... Nós não podemos construir uma humanidade se nós fecharmos nossos olhos a este tipo de massacres. Nossa possibilidade é servir justiça a essas pessoas".

Vytautas Landsbergis, MPE e a ex-líder do Seimas Lituano (Parlamento), avaliou The Soviet Story como "um filme de classe mundial, que deveria ser mostrado ao mundo." 

Da mesma forma, o Ministro Letão da Justiça, Gaidis Berzinš, disse que, por causa de sua mensagem histórica importante, ele encorajaria o Ministério de Educação a mostrar o filme em todas as escolas da Letônia.




Para o conhecimento de todos os que acompanham o blog, aqui vai uma lista relacionando os grupos de TERRORISTAS que aturaram e atuam até hoje no Brasil. Acessando os links, você será encaminhado para uma página de um comunista, que tem um acervo falando sobre os grupos TERRORISTAS, que para eles são heróis que lutavam pela liberdade do Brasil, sem mencionar que o mundo na década de 60 vivia uma momento crítico, com o fim da Segunda Guerra Mundial e o início da Guerra Fria entre os EUA e a antiga URSS. E não queriam que o comunismo ou o próprio nazismo, tomassem conta da América Latina, como tomaram hoje.




Este vídeo mostra bem a NOVA CARA DO BRASIL de hoje.


Por: Bruno Toscano

2 comentários:

SHEILOHKA disse...

Parabéns, Bruno! Excelente!

João Paulo disse...

Exelente texto,parabéns Bruno Toscano.


Anauê!

João Paulo