Siga Marcello Reis no FOICEbook

terça-feira, 18 de setembro de 2012

O FIO DA MEADA XII “PETROBRAS – PLANO ROTHSCHILD”



O FIO DA MEADA XII
“PETROBRAS – PLANO ROTHSCHILD”


Os Bancos Rothschild e Merrill Lynch, foram convocados pelo BNDES para coordenar a colocação das ações ordinárias excedentes do controle da Petrobras, no mercado.
“Esta será a maior oferta global da história dos países emergentes”, avaliou o diretor do Rothschild, Osírio Ribeiro.
(Gazeta Mercantil 26/1/2000)
A privatização das estatais inglesas, no governo Thatcher foi feita desse modo, pulverizando a posição acionária do Estado nas Bolsas de Valores, decisão que prejudicou o patrimônio público daquele país, favorecendo a “City” de Londres (grupo de financistas capitaneados pelo Barão Rothschild, que controla a economia mundial a partir de Londres). Na época, a desculpa apresentada para a adoção desse “modelo” privatista foi a suposta socialização das ações das empresas públicas. Esse golpe, possibilitou ao Grupo Rothschild e seus associados, assumir o controle acionário das estatais, comprando, apenas, 17,5% do capital votante.
No decorrer do processo de privatização o governo conservador, após 8 anos, perdeu apoio no Parlamento Inglês, colocando em risco a incursão da “City” sobre as estatais. Para manter Margareth Thatcher no poder e concluir o golpe da privatização inglesa, os financistas provocaram a guerra das Malvinas, com o apoio dos americanos, que incentivaram Galtieri a invadir as ilhas, prometendo-lhe neutralidade. O presidente argentino, objetivando fortalecer-se no poder, invadiu as Malvinas e foi derrotado pela Inglaterra, com o apoio dos EUA. A “vitória” possibilitou mais 4 anos para o governo conservador, que concluiu a desestatização planejada, após 12 anos de governo.
O jornal The Economist, há algum tempo, elogiou Fernando Henrique, afirmando, que em apenas quatro anos de governo, ele teria privatizado mais do que Thatcher em doze. O editorial concluiu, afirmando, que ainda faltaria muita coisa para FHC terminar o “processo”.
O assalto às estatais inglesas não satisfez a ganância do grupo da „City”, que comprou estatais em todo o mundo, na Itália, na França e, principalmente, na América Latina. No Brasil, com o apoio de seus títeres no governo, assumiram o controle da CSN, Vale do Rio Doce, Comgás e de grande parte das telefônicas, através de seus associados, espanhóis e portugueses. Agora, querem apossar-se das outras “jóias da coroa”: Petrobras, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Objetivando apossar-se da Petrobras e outras estatais, a preço vil, os financistas ingleses programaram a reeleição de FHC e pretendem repetir o golpe da privatização inglesa no Brasil, pulverizando ações com direito a voto, porque o controle acionário de uma empresa vale várias vezes a cotação de bolsa dos lotes normais, que não comprometem o controle. Portanto, QUANTO MAIOR A POSIÇÃO ACIONÁRIA, MAIOR O VALOR DE TRANSFERÊNCIA DO CONTROLE DA EMPRESA. A União detém 84% do controle da Petrobras. Para que pulveriza-lo a preço de banana??? Está claro que é para favorecer os ingleses!

Seguindo o “Plano Rothschild”, o desmonte da Petrobras começou com a nomeação do “primeiro genro” para a Agência Nacional do Petróleo, o qual indicou o atual presidente da empresa, um francês com passado de terrorista no Brasil, desprezando, inexplicavelmente, os naturais da terra para o cargo.
A Agência Nacional de Petróleo está “coordenando” a entrega da Petrobras na Inglaterra, conforme noticiário abaixo compilado.

“Uma comitiva da ANP estará em Londres, na semana que vem, para apresentar a segunda rodada de licitações para exploração e produção de petróleo no Brasil. A agenda inclui reuniões com a Sociedade Britânica de Geólogos do Petróleo e com representantes de 700 indústrias do setor petrolífero do Reino Unido.”

(Folha de São Paulo – 10-02-2000)

O vultoso negócio da venda “pulverizada” de ações da Petrobras, conduzido pelo Banco Rothschild, maestro oculto das finanças mundiais, à partir da “City” de Londres, é mais um lance para a doação da empresa, e seu real objetivo é baratear o negócio para o comprador, que será o próprio Grupo Rothschild e ou seus testas de ferro, como Soros e outros, menos conhecidos.

A incursão contra a Petrobras atende, perfeitamente, o objetivo estratégico da City, que é ampliar o controle de toda cadeia produtiva de commodities estratégicas. Para manter o domínio da economia mundial, basta ao Grupo Rothschild e seus aliados, puxar ou derrubar as cotações da comoditie petróleo, por exemplo. Como as importantes reservas de petróleo na Amazônia e em outros locais do território brasileiro põem em risco os “projetos” da City, de submissão total do Brasil em razão de suas reservas de minerais estratégicos, o grupo de Londres tudo fará para apossar-se da Petrobras, como já fez com a Vale do Rio Doce. A venda pulverizada do bloco de ações minoritárias é apenas o primeiro passo.

A venda das ações da Petrobras, coordenada pelos próprios interessados na compra, é caso de polícia. Esse crime já foi praticado anteriormente, na doação da Vale do Rio Doce. As financeiras que “modelaram” a privatização, representavam os compradores. É o caso, agora do Banco Rothschild e sua controlada Merrill Lynch, que também participou da tomada da Vale, “modelando” a sua privatização. É importante lembrar, que as “modeladoras” não auditaram a empresa, apenas fizeram consultoria, opinando sobre o seu valor, supostamente, baseado na sua capacidade de gerar recursos no futuro.

No caso da Vale, o governo vendeu o controle da empresa pela cotação de bolsa, para lotes de 1.000 ações, desprezando o patrimônio líquido, o valor da transferência do controle, as concessões de lavra e pesquisa e o potencial estratégico da empresa, que é o nosso principal instrumento para a extração de riquezas minerais. Para pressionar o mercado internacional a importar produtos brasileiros, basta, administrar a produção de minérios, influenciando as cotações da Bolsa de Metais de Londres. Cioso do seu poder, o grupo Rothschild, manipulador das cotações dos metais e outras commodities e que, em razão disso, domina o sistema financeiro internacional, apoderou-se da Vale com a clara colaboração do governo FHC.

A Petrobras também é o nosso instrumento para extrair o petróleo do subsolo e detém valiosas concessões em lençóis de petróleo. Nessa medida, não há como vender a empresa sem ceder a soberania, porque os compradores são os mesmos concorrentes que há décadas procuram ocultar a existência de óleo em nosso subsolo. Como não deu mais para esconder o potencial petrolífero do país, os concorrentes estrangeiros resolveram “comprar” a Petrobras, barato, com a colaboração de seus “aliados” no governo.
Está claro, que o objetivo do governo FHC é submeter o perfil energético do país aos concorrentes externos.

As elétricas já estão sendo vendidas a preços de “ocasião”. Doando a Petrobras, a Nação certamente será tangida, ao bel prazer da pirataria internacional.

Que é feito do capital arrecadado, até agora, com as “privatizações”? Desapareceu em forma de pagamento de juros.

Juros, “data venia”, paga-se com saldo de exportações, com trabalho, não com a doação do patrimônio público. Contudo, sintomaticamente, as exportações brasileiras declinam desde a posse de FHC, cujo governo, ano a ano, acumula “déficits” comerciais, com claro intuito de provocar a crise, para subordinar nossos interesses à ganância da “City”. Os tímidos valores das exportações do governo FHC dão conta disso. Enquanto o México exporta 125 bilhões e a pequena Bélgica 165, o Brasil exporta apenas 46 bilhões. 

A liberação predatória de importações de supérfluos também demonstra a ação do governo, contrária aos interesses do país. Sequer conta o governo FHC com o fundamental Ministério do Comércio Exterior! Denunciada essa omissão, criou a “Câmara de Comércio Exterior”, que em nada tem contribuído para fomentar as exportações. O Brasil continua exportando empregos e impostos!

Coroando o processo de submissão do país aos interesses da City, FHC multiplicou o endividamento interno e externo, sem nada realizar. Em 1997 tentou doar, por 600 mil reais a mina de NIÓBIO do Pico da Neblina, que está avaliada em UM TRILHÃO DE DÓLARES, golpe traiçoeiro, que não foi adiante porque denunciado a tempo.

Qual a grande obra deste governo? Nenhuma. O que salta aos olhos é o projeto de internacionalização da economia com risco real de perda de soberania. Agravando o caos, dolosamente implantado, o crime organizado permeia os poderes da República, estando embricado nos três níveis de governo. Está claro, que o projeto Brasil de FHC é a quebra da unidade nacional, para ceder o potencial mineral da Amazônia aos reis da City.

A venda pulverizada de ações é o golpe da “desossa” para entrega da Petrobras, ao preço que for imposto pelos compradores e, se possível, com financiamento do BNDES. Tudo isso apoiado pelos caciques do PFL, do PSDB e PMDB.

O “grande negócio”, de 8 ou 9 bilhões de dólares, mencionado pelo diretor do Banco Rothschild no Brasil, na realidade é uma incursão danosa ao patrimônio público, porque na negociação do controle acionário, considerando-se a condição estratégica da Petrobras, as ações que o Ministro Tourinho, quer “pulverizar”, vendidas em bloco, com o controle, valeriam cinco vezes mais. O golpe em andamento visa saquear o Tesouro Nacional em cerca de 30 bilhões de dólares. Portanto, mesmo que a privatização da empresa fosse conveniente, a venda pulverizada de ações seria danosa, em virtude do aviltamento do preço final.



O eleito deve defender o interesse público! A venda da Petrobras, mesmo pelo seu justo valor, certamente não é do interesse da Nação, e deve ser, incondicionalmente, barrada, sob pena da perda irremediável da soberania.


São Paulo, 03 de fevereiro de 2000
GRUPO DAS BANDEIRAS
ANTÔNIO JOSÉ RIBAS PAIVA
Presidente


                                          

O FIO DA MEADA XI “RAÍZES DA CRISE FINANCEIRA INTERNACIONAL E SEUS REFLEXOS NO BRASIL”

O FIO DA MEADA XI
“RAÍZES DA CRISE FINANCEIRA INTERNACIONAL
E SEUS REFLEXOS NO BRASIL”



SINAL DE ALERTA PARA O SISTEMA BANCÁRIO.
CRESCIMENTO DOS DERIVATIVOS PREOCUPA AUTORIDADES FINANCEIRAS.
“O ESTADO DE SÃO PAULO” 30-09-98
THE WALL STREET JOURNAL

O Sistema Financeiro tem como opções operacionais o financiamento da produção, do consumo, da infra-estrutura e a aplicação no mercado de expectativas (derivativos - especulação).

Até os anos 70, a especulação era um estigma, bania qualquer empresário do mercado, pela perda de confiança que a conduta provocava. Nessa época, o sistema financeiro internacional atravessava grave crise, em razão da falta de tomadores de capitais no mercado produtivo. A massiva oferta de capitais havia reduzido os juros anuais a 3% (três por cento), inviabilizando os resultados operacionais dos Bancos. Esses fatos, agravados por acontecimentos subseqüentes, acabaram por lançar o mundo financeiro na especulação.



Tudo ia mal, quando, em 1973, aconteceu o pior: o embargo do petróleo pela OPEP, que impôs grande majoração ao preço do produto, catalisando o capital mundial para o Oriente Médio. Foi a maior concentração de capital ocorrida no Oriente Médio desde as cruzadas, que naquela época (1000 a 1300 DC) produziram o mesmo efeito, favorecendo a Ordem dos Templários, que criou a primeira multinacional financeira do mundo.

Para desespero dos banqueiros internacionais, os Xeques do Petróleo, favorecidos pela concentração de capital, coincidentemente, controlavam os bancos libaneses e, certamente, iriam reciclar seus “petrodólares” pelo Líbano, à época conhecido como a “Suíça do Oriente Médio”. O excesso de oferta de moeda quebraria o sistema financeiro internacional, que já estava cambaleante. A conseqüência seria o domínio das finanças internacionais pelos bancos libaneses, cujos controladores assumiriam um poder político-econômico sem precedentes.

Para evitar a perda de seus negócios e, principalmente, do poder que o mercado de dinheiro internacional possibilita, os banqueiros desestabilizaram o Líbano, acirrando as diferenças regionais.

A guerra civil destruiu a praça bancária Libanesa, obrigando os Xeques do petróleo a reciclar seus petrodólares através dos bancos Europeus e Americanos.

A “água” foi desviada do seu reservatório natural, pela guerra civil, mas, à mingua de tomadores, a sua torrente arrasaria o sistema financeiro do mesmo jeito. A solução, capitaneada pela City de Londres e por Wall Street, foi direcionar a “enxurrada” de dinheiro para os países emergentes e do terceiro mundo, que foram obrigados a endividar-se, desnecessariamente, para aliviar a pressão de oferta de capitais no mercado e, consequentemente, a queda dos juros. Após os empréstimos, o “FED” passou a aumentar os juros, que chegaram a mais de 21% ao ano. Como os governantes tomaram empréstimos à taxas flutuantes, a majoração dos juros, literalmente, quebrou o terceiro mundo. Suas populações pagam a dolorosa conta até hoje, vinte e cinco anos passados.

Mas, os problemas dos Banqueiros internacionais não estavam totalmente equacionados, porque suas manobras contrariavam os princípios do investimento ideal, que deve ter por meta o tripé: segurança, rentabilidade e liquidez. Emprestando para países pobres, os bancos sacrificaram a segurança e a liquidez. Para recuperar a liquidez, passaram a investir severamente no mercado de expectativas (derivativos). Envolvendo-se, cada vez mais, na especulação, sacrificaram o princípio da segurança, que deve nortear os investimentos, principalmente, de capitais de terceiros. Para dividir os riscos, com os clientes, os bancos criaram os fundos especulativos (comodities e ações), transformando o mercado de dinheiro numa imensa “ciranda” de capital, em detrimento do seguro e necessário financiamento da produção, da infra-estrutura e do consumo.

O ramo bancário tem dois problemas básicos: falta de caixa e excesso de caixa. Operando com falta de caixa o banqueiro quebrará a curto prazo, trabalhando com excesso de caixa, quebrará a médio ou a longo prazo. Assim, para reduzir o stress dessa verdadeira “corda bamba”, os executivos dos bancos seduziram-se, cada vez mais, pelo mercado especulativo, de liquidez, aparentemente, garantida e imediata. Característica que revelou-se falsa, porque a liquidez depende, essencialmente, da confiança no mercado, ou seja, da manutenção das expectativas. “Detonada” a crise de confiança, a liquidez desaparece, instantaneamente, e as cotações despencam, falindo Bancos e investidores (especuladores).

“SANEAR BANCOS DO JAPÃO PODE CUSTAR US$ 140 BI AO POVO”
O ESTADO DE S. PAULO - 26-7-98 - PG. B9

O percentual de capitais, aplicados no mercado de comodities, foi crescendo rapidamente, a ponto de hoje representar 95% (noventa e cinco por cento) das operações financeiras mundiais. O capital deixou de financiar a produção, criar empregos e proporcionar bem estar social, para tornar-se autofágico, ou seja, um fim em si mesmo.

Essa contradição é paradoxal, porque o capital passa a financiar o “anti-capitalismo”, sacrificando a produção, o abastecimento, a infra-estrutura, o emprego e, consequentemente, a qualidade de vida. Quem acaba pagando a conta da especulação é a sociedade.

Entregando-se à especulação no mercado de derivativos, os executivos financeiros e seus Bancos tornaram-se reféns do Grupo Rothschild e seus aliados, que controlam as flutuações dos mercados de derivativos, impondo suas decisões ao mercado financeiro. O banqueiro, que ouse discordar das decisões da City Londrina, tem sua posição vendida imediatamente, enfrentando sérias dificuldades ou mesmo quebrando em curto prazo. Exemplos recentes, dessa ação no mercado de derivativos, são: o Banco Inglês Barings, que faliu em 1995, em razão de operações com derivativos e o Banco Japonês Toyobo, que perdeu mais de US$ 2 bi em 1996, especulando com cobre. Atualmente, os Bancos Japoneses estão literalmente falidos, conforme indica o noticiário econômico. O Banco Merril Lynch aproveitou-se da oportunidade, para comprar uma Corretora falida e instalar-se naquele país que, até recentemente, era totalmente refratário à presença estrangeira em seu mercado financeiro.

O Grupo Rothschild e seus aliados controlam o mercado de derivativos, porque praticam o capitalismo, ou seja, dominam, completamente, estratégicas cadeias de produção, para, a partir de sólida posição determinar as oscilações nos mercados especulativos.

Há cerca de 20 anos, os “reis das comodities” decidiram trocar, parte de sua astronômica carteira de papéis, por ativos fixos. Para isso, valorizaram suas posições, acelerando a especulação mundial e passaram a vender derivativos, sem descuidar da sustentação do mercado.

Operacionalizando a aplicação da sua fabulosa massa de capitais, resultante da venda das commodities, manipularam a mídia, para convencer a opinião pública, da “necessidade” de privatizar estatais, que foram comprando, através de empresas de aliados e subsidiárias.
A venda de comodities e a compra de estatais foi um processo demorado, iniciado na Inglaterra, com a colaboração do Governo Thatcher e estendeu-se por todo o mundo.

“Cardoso em apenas quatro anos realizou quase o mesmo que Margareth Thatcher em doze. E deu aos estrangeiros acesso a setores da economia, como navegação costeira, que os Estados Unidos ainda mantêm fechado. Evidentemente, ele poderia ter-se saído melhor. A mecânica das privatizações poderia ter sido mais rápida ...”

GAZETA MERCANTIL 12-10-98
Reprodução de artigo do “THE ECONOMIST”

Os reis dos derivativos, utilizando a mídia e apoiados por governos que ajudaram a eleger, já concretizaram grande parte do seu projeto de troca de posições. O “rescaldo” foi no Brasil (CSN, Vale e etc). Em seguida, através de seu aliado George Soros (Húngaro naturalizado americano), em julho de 1997, detonaram a crise asiática a partir da Tailândia, especulando contra o Bath (moeda local).

Quebrada a confiança, o mercado mundial de expectativas perdeu a liquidez, e os preços despencaram de 50% a 80%.

O uso e a comercialização agressiva de derivativos por parte dos bancos voltaram a ficar sob vigilância, depois da quase quebra do fundo LONG - TERM CAPITAL MANAGEMENT LP

O ESTADO DE SP 30-09-98
WALL STREET JOURNAL
MATT MURRAY

Em razão do mercado de expectativas ser fundamental para a liquidez do sistema financeiro, os “Réis da City” estão recompondo, na “bacia das almas”, sua posição vendida, e comprando mais algumas dezenas de empresas quebradas, pela crise que provocaram.
Tese conspiratória culpa ocidente por queda. Livro lançado na Malásia defende tese de que o colapso financeiro da Ásia foi provocado pelo Ocidente, interessado em abrir esses mercados para suas multinacionais ...

O ESTADO DE SÃO PAULO 24-5-98 - pg. A28

Historicamente, o Grupo Rothschild vem repetindo seus procedimentos especulativos, como ocorreu nas guerras Napoleônicas. Sua filial na França enfraqueceu o exército de Napoleão, negando-lhe financiamento. Na última batalha, “divulgaram” em Londres, que Napoleão havia vencido a guerra. As cotações das ações caíram a zero. Os Rothschilds compraram na baixa. Quando a notícia verdadeira foi divulgada ganharam milhões com a alta.

Na verdade, somente os especuladores apreciam as altas nas bolsas de valores e comodities, os investidores preferem as baixas acentuadas, porque o lucro está na boa compra. Foi o que os barões da City de Londres fizeram. O condenável é a manipulação de informações e governos, para espoliar a sociedade.

A ação predatória dos especuladores de Londres, provocou um severo custo social nos países alvo da rapina. Como não interessa aos vampiros a morte das vítimas, em verdadeiro golpe de mestres, eles estão apoiando governos “socialistas” no mundo todo, para saldar a “conta social”, com o que restou do capital dos empresários nacionais, que vão arcar com o aumento de tributos etc.

A prisão de Pinochet em Londres, enquanto Fernando Henrique Cardoso brindava com Fidel Castro, na Confraria do Vinho em Portugal, ilustra essa tendência do “tudo pelo social”, com o dinheiro dos outros, ou com a “pólvora do rei”.

REFLEXOS DA CRISE MUNDIAL NO BRASIL


Em 1994, o Brasil possuía cerca de US$ 50 bilhões em sólidas reservas cambiais, amealhadas durante anos, com superávit da balança comercial.

As reservas estavam em segurança, depositadas no BIS (Suíça), mas, Fernando Henrique transferiu-as para os Estados Unidos, sinalizando a política de submissão econômica, que implementaria.

O novo governo nomeou para a fazenda o Sr. Pedro Malan, diretor do Banco Mundial, que promoveu a “Globalização” da economia brasileira, liberando importações, que consumiram mais de US$ 30 bilhões das reservas cambiais e dificultando as exportações com políticas cambiais equivocadas, juros e impostos altíssimos.

Para substituir o dinheiro gasto com importações de supérfluos, o governo elevou os juros, incentivando o capital especulativo internacional à jogar no país, com isenção fiscal. A importação desenfreada e o alto custo do capital, quebraram a empresa nacional, desempregando milhões de pessoas.

Absurdamente, o governo incentivou importações, sem preocupar-se em promover exportações, destroçando as reservas cambiais, atualmente compostas, exclusivamente, por capitais especulativos. Apenas 300 empresas brasileiras exportam seus produtos, sendo que 80% do volume é garantido por 25 empresas.

Comparando-se o perfil exportador do Brasil com o Japão, onde as pequenas e médias empresas garantem 70% das exportações, e com a Itália, onde 14.000 empresas exportam seus produtos, é fácil detectar os erros grosseiros do governo e as origens da crise econômica.

Enquanto os países do Primeiro Mundo protegem seus mercados com sobretaxas, barreiras sanitárias, “ecológicas” e “humanitárias”, exportando incentivos e subsídios, para garantir o emprego, o Brasil exporta impostos e promove a “execução sumária” do empresariado nacional, com juros extorsivos e liberação de importações. Não contamos sequer com um Ministério de Comércio Exterior, fato que seria ridículo, não fosse trágico!

O único segmento superavitário da balança comercial brasileira é a agricultura. Provavelmente, em razão disso, o governo desestimula o setor com juros incompatíveis com a produção, aumento de impostos, reforma agrária e invasões de fazendas, promovidas pelo INCRA e pelo MST (guerrilha Sendero Maoista). Se considerarmos que os maiores produtores do mundo, Europa e Estados Unidos, gastam US$ 190 bilhões por ano em subsídios agrícolas, fica nítido o surrealismo da atitude do governo federal. Por isso, o Brasil, que em 1994, era auto-suficiente em trigo, arroz e algodão, hoje importa US$ 3 bilhões por ano, desses produtos.

Esse foi o terreno fértil, que os especuladores de Londres tiveram à sua disposição. Contaram com a ação predatória do próprio governo para concretizar os seus objetivos: investir os capitais oriundos da venda de comodities na “privatização” das empresas estatais e na compra de empresas nacionais em dificuldades. Mesmo as empresas espanholas e portuguesas, que adquiriram, grande parte do setor de Telecomunicações, são associadas da Britsh Telecon.

Vergonhosamente, ex-diretores do BNDES e do Banco Central, “promoveram” a “modelagem” das privatizações, para facilitar a rapina dos especuladores de Londres, como é o caso do Senhor Pérsio Arida e da Senhora Helena Landau, atualmente casados e donos do Banco Oportuniti, que protagonizou o escândalo do grampo no BNDES, que defenestrou o Mendonça de Barros das telecomunicações e o seu irmão da Camex.
Outro “conselheiro” do Presidente da República, é o ex-diretor do Banco Central, Sr. Armínio Fraga, economista que, atualmente, administra o fundo de “investimentos” do Sr. George Soros, associado e parente dos Rothschilds de Londres.

Considerando-se que George Soros provocou a crise asiática, a partir da Tailândia, em julho de 1997, e que comprou a Vale do Rio Doce e a CSN e outras estatais, fica difícil acreditar, que os “enganos” do governo federal, na condução da economia, não foram propositais. Ressalte-se que esse “investidor” comprou todas as terras no entorno de Buenos Aires, que destinou à produção de trigo para exportação. Devido a isso, a Argentina passou a importar carne. Além disso, comprou todos os shoppings centers de Buenos Aires.

Caso Fernando Henrique Cardoso não tivesse consumido as reservas cambiais do Brasil, não tivesse provocado a falência do empresariado nacional com juros altos, impostos em cascata e importações predatórias, caso tivesse incentivado as exportações e, principalmente, a agricultura, caso tivesse preservado e ampliado a posição do país como produtor e exportador de minérios estratégicos, ao invés de doar empresas como a Vale do rio Doce, por exemplo, a “crise” financeira internacional não nos atingiria e o governo estaria reduzindo as taxas de juros, como os Estados Unidos, Canadá, Austrália e a Europa, para fortalecer as empresas, aumentar a produção, financiar o consumo e GARANTIR O EMPREGO.


São Paulo, 10 de dezembro de 1998
GRUPO DAS BANDEIRAS
ANTÔNIO JOSÉ RIBAS PAIVA
Presidente

Marcio Pampuri - PV - O candidato a Prefeito de Mairiporã aliado de corruPTos !@!

Atenção: Doutorzinho com carinha de Ovelhinha...



O Candidato a prefeito de Mairiporã o Ovelhinha Marcio Pampuri - PV, partido dos melancias (verde por fora e vermelhos por dentro) , nunca foi morador de Mairiporã, o melancia é carioca, morador da cidade de Atibaia...

Quando cuidou do posto de saúde, deixou o posto fora do contexto da saúde, a única coisa que não existia no posto era saúde, pois o Ovelhinha fez questão de deixa-lo abandonado...E agora o sacana aliado de cor
ruPTos quer ser prefeito de Mairiporã...Isso é um ABSURDO COM A MORALIDADE E DECÊNCIA DESTE PAÍS !@!

O coordenador GERAL de Campanha do Ovelhinha é simplesmente nada mais, nada menos que, MARCELO TENAGLIA SILVA, vulgo Marcelo Nega, que foi indiciado quando ocupava o cargo de secretário do Governo de Franco da Rocha no ano de 2009...Por improbidade administrativa e corrupção..Participava ativamente de um GRANDE ESQUEMA DE PROPINAS, juntamente com sua mulher GIULIANA CECCHETTINI, irmã do então prefeito de Franco da Rocha e com mais alguns corruPTos vereadores...

Esse é o OVELHINHA que quer ser prefeito de Mairiporã.... Há um ditado popular e bíblico que diz o seguinte: Me digas com quem tu andas, que direi quem tu és" Então quem tem a pachorra de colocar um corruPTo como seu coordenador GERAL de campanha com certeza boa coisa não é...

Como pode alguém que não mora na cidade de Mairiporã e nem convive com os problemas da cidade querer comanda-la ? e O pior ao lado de corruPTos !

Como este senhor melancia explica ter capacidade para administrar um orçamento como o da cidade de Mairiporã - SP, se o seu próprio patrimônio não conseguiu administrar, e se mantem ao lado de corruPTos safados ? Será que é incompetência ou será PILANTRAGEM mesmo ?


Em 2010 a declaração de Bens do sujeito era de R$ 795.254,00
http://noticias.uol.com.br/politica/politicos-brasil/2010/deputado-federal/28051963-dr-marcio-pampuri.jhtm

Em 2012 a declaração de Bens do sujeito é de R$ 338.170, 75
http://divulgacand2012.tse.jus.br/divulgacand2012/abrirTelaPesquisaCandidatosPorUF.action?siglaUFSelecionada=SP#div_bens


Não se deixe enganar... Esse Ovelhinha é Lobo mau e veste chapeuzinho vermelho com dois chifrinhos ... Todos melancias são iguais !!!

Assinado
Na Mira Revoltados ON LINE
Há sempre um Revoltado ON LINE em TODO lugar, SEMPRE HÁ !@!


quarta-feira, 5 de setembro de 2012

7 de Setembro PROTESTO !@!







O POVO REVOLTOU E O SONO DO CORRUPTO ACABOOOOOOOOU !@!

LULA SABIA, ZÉ DIRCEU RIA, ENQUANTO O POVO SOFRIA !@!


CONVOCAÇÃO GERAL AO GRANDE POVO BRASILEIRO.


ATENÇÃO VOCÊ QUE É:

ASSALARIADO
FORÇAS ARMADAS
FUNCIONÁRIO PÚBLICO
POLICIAL FEDERAL
POLICIAL CIVIL
POLICIAL MILITAR
GUARDA CIVIL
MÉDICO
APOSENTADO
PENSIONISTA
ESTUDANTE
ENFIM, TODO E QUALQUER BRASILEIRO QUE SE SENTE LESADO, COMPAREÇA TAMBÉM PARA PROTESTAR


VAMOS MOSTRAR AOS CORRUPOLÍTICOS DESTE PAÍS QUE OS BRASILEIROS NÃO ESTÃO DEITADOS EM BERÇO ESPLÊNDIDO.

É CHEGADA A HORA DE EXIGIR DOS LACAIOS QUE REPRESENTAM A SOCIEDADE O RETORNO DOS PRINCÍPIOS E VALORES MORAIS

LULA NA CADEIA ! ! !
ZÉ DIRCEU NA CADEIA ! ! !
QUEREMOS NOSSO DINHEIRO DE VOLTA ! ! !
ABAIXO O PNDH 3 ! ! !
ABAIXO O NOVO CÓDIGO PENAL ! ! !

ATENÇÃO:

NÃO REELEJA NENHUM VEREADOR DE SÃO PAULO, OS MESMOS DOARAM OS BENS PÚBLICOS PARA INICIATIVA PRIVADA, 1(UM) DELES FOI INCLUSIVE PARA O INSTITUTO PRIVADO DO MENSALEIRO LULA

CONFIRA NO VÍDEO !@!
http://www.youtube.com/watch?v=fagAXD-FBxk&list=UUVo8EvHIDfSaBQT3gSFUyxQ&index=13&feature=plcp





* * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * * *




AL - Maceió - 16h na Praia de Jatiúca, Posto 7
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

AM - Manaus - 16h no Parque dos Bilhares
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

AP - Macapá - 16h Assembleia Legislativa -
https://www.facebook.com/events/131252557020976/




BA - Camaçari - 15h na Praça Desembargador Montenegro –
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

BA - Dias d'Ávila - Apoio a Camaçari - 15h na Praça Desembargador Montenegro
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

BA - Itamarajú - 16h na Praça Castelo Branco
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

BA - Salvador - 14:30 Farol da Barra
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

CE - Juazeiro do norte - 16:00 hs, concentração no Cirão (em frente ao Batalhão da PM)
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

DF - Brasília - 10h Esplanada dos Ministérios -
https://www.facebook.com/events/131252557020976/



ES - Cachoeiro de Itapemirim 9h Em frente ao Teatro Municipal
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

ES - Vitória - 11h Av. Jeronimo Monteiro
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

GO - Goiânia - Praça Cívica das: 9:00 às 12:00 hs
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

MA - Pedreiras - 16h na Praça do Cinquentenário "SUCAM"
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

MA - São Luiz - 9h no Anel Viario
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

MG- Barão de Cocais - Praça Nossa Senhora Aparecida
https://www.facebook.com/events/131252557020976/



MG - Belo Horizonte - 16h na Praça da Liberdade
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

MG - Conselheiro Lafaiete - 16h na rodoviária de Conselheiro lafaiete (Centro)
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

MG - Governador Valadares - Praça dos pioneiros as 10:00
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

MG - Juiz de Fora - 16h no Parque Halfeld
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

MG - Monte Santo deMinas 14h Em Frente ao Banco Itaú
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

MG - Uberaba - 16h na prefeitura
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

MS - Campo Grande 14h Praça da República
https://www.facebook.com/events/131252557020976/



MS - Dourados - 15:30 no Parque dos Ipês às 15:30
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

MT - Cuiabá - 16h Av. do CPA, em frente à praça das Bandeiras
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

MT - Pontes e Lacerda - 15h
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

MT - Rondonópolis - Praça da Lions (em frente a lions gelo) 16h
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

PA - Belém - 9h na Praça da República
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

PE - Garanhuns - 10:30h Praça Dom Moura
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

PI - Teresina - 8h na AV Marechal de castelo branco
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

PR - Araucária- 10h Câmara Municipal
https://www.facebook.com/events/131252557020976/



PR - Cascavel 10h
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

PR - Curitiba - 14h na Boca Maldita
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

PR - Foz do Iguaçu 11h Frente à Ono Teatro Bar
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

PR - Londrina - 16h na Concha Acústica de Londrina. Av. Paraná, Confluência das ruas Piauí e Senador Souza Naves, Centro
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

PR - Maringá - 16h Catedral
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

PR - Pato Branco - 16h Praça Getulio Vargas
https://www.facebook.com/events/131252557020976/



PR - Umuarama - 16h na Praça Miguel Rossafa
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

RJ - Angra dos Reis 16h Praça da Igreja do Carmo
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

RJ - Cabo Frio - 16H na praça porto rocha praia do forte
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

RJ - Rio de Janeiro - 16h no Posto 4 de Copacabana
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

RJ - Marica - ? na Rodoviária de Marica
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

RN - Caico - 10h Praça de Alimentação Dr. José Augusto




RN - Natal - 15:00hs no Antigo Bompreço (começo do calçadão, em frente ao Sal e Brasa)
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

RO - Porto Velho - 16h na Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré –
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

RR - Boa Vista - 15h na Praça do Centro Cívico
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

RS - Passo fundo - concentração 15:30 Horário Praça do Teixeirinha.
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

RS - Porto Alegre - 9h na Ponte de Pedra. Rua Washington Luiz
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

RS- Nova Santa Rita - Rua Deoclésio Rodrigues
https://www.facebook.com/events/131252557020976/



SC - Araranguá, 8h, Local: Av. 7 de Setembro -.
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

SC - Balneário Camboriú - 16h na Praca Almirante Tamandare - Balneario Camboriu
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

SC - Florianópolis - 16h no Trapiche Beira-Mar
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

SE - Aracaju - 16h no Arcos da Orla de Atalaia
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

SP - Amparo - 15:30 praça Pádua Salles
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

SP - Barueri - 9h na Pça. Lelita Bittencourt (enfrente o SAMEB)
https://www.facebook.com/events/131252557020976/



SP - Campinas - 15h no Largo do Rosario, Avenida Campos Sales
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

SP - Marília - 16h na Av. Sampaio Vidal, frente espaço cultural
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

SP - Osasco - 14h na Estação Terminal Osasco
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

SP - Ribeirão Preto - 16h no Teatro Dom Pedro II
https://www.facebook.com/events/131252557020976/



SP - Santos - 15h na praça da Independência, percorrendo a avenida Ana Costa
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

SP - São Bernardo do Campo - 16h Prefeitura Munic. S. Bernardo Campo Paco Municipal
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

SP - São Paulo - 14h Masp
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

SP - Sorocaba 16h na Praça da Bandeira, ao lado do terminal Stº. Antônio
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

SP - Taubaté - 10h na Avenida Professor Walter Thaumaturgo (Avenida do Povo)
https://www.facebook.com/events/131252557020976/

TO - Palmas - 16h praça dos Girassóis
https://www.facebook.com/events/131252557020976/






++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++


Abaixo as cidades confirmadas:

>>> ALAGOAS

- Maceió - 16h na Praia de Jatiúca, Posto 7
https://www.facebook.com/groups/nasruas.al

>>> AMAZONAS

- Manaus - 16h no Parque dos Bilhares
https://www.facebook.com/groups/nasruas.am

>>> AMAPÁ

- Macapá - 16h Assembleia Legislativa
https://www.facebook.com/groups/nasruas.ap

>>> BAHIA

- Camaçari - 15h na Praça Desembargador Montenegro - https://www.facebook.com/groups/nasruas.ba

- Dias d'Ávila - Apoio a Camaçari - 15h na Praça Desembargador Montenegro
https://www.facebook.com/groups/nasruas.ba

- Itamarajú - 16h na Praça Castelo Branco
https://www.facebook.com/groups/nasruas.ba

Salvador - 14h30 Farol da Barra
https://www.facebook.com/groups/nasruas.ba

>>> CEARÁ

- Fortaleza - 08h30 - Aterro da Praia de Iracema
https://www.facebook.com/events/490104441002543/
https://www.facebook.com/groups/nasruas.ce

- Juazeiro do norte - 16:00 hs, concentração no Cirão (em frente ao Batalhão da PM)
https://www.facebook.com/groups/nasruas.ce

>>> DISTRITO FEDERAL
- Brasília - 08h - Esplanada dos Ministérios
https://www.facebook.com/groups/nasruas.df
https://www.facebook.com/events/271332139643215/

>>> ESPÍRITO SANTO

- Cachoeiro de Itapemirim 9h Em frente ao Teatro Municipal
https://www.facebook.com/groups/nasruas.es

- Vitória - 11h Av. Jeronimo Monteiro
https://www.facebook.com/groups/nasruas.es

>>> GOIÁS

- Goiânia - 9h - Praça Cívica
https://www.facebook.com/groups/nasruas.go

>>> MARANHÃO

- São Luiz - 9h no Anel Viário
https://www.facebook.com/groups/nasruas.ma

>>> MATO GROSSO

- Cuiabá - 16h - Praça das Bandeiras
https://www.facebook.com/groups/nasruas.mt

- Pontes e Lacerda - 15h - Praca Miguel Gajardoni
https://www.facebook.com/groups/nasruas.mt

- Rondonópolis - 16h - Praça da Lions (em frente a Lions Gelo)
https://www.facebook.com/groups/nasruas.mt

>>> MATO GROSSO DO SUL

- Campo Grande 14h Praça da República https://www.facebook.com/groups/nasruas.ms

>>> MINAS GERAIS

- Barão de Cocais - Praça Nossa Senhora Aparecida
https://www.facebook.com/groups/nasruas.mg

- Belo Horizonte - 16h na Praça da Liberdade
https://www.facebook.com/groups/nasruas.mg

- Conselheiro Lafaiete - 16h na Rodoviária de Conselheiro Lafaiete (Centro)
https://www.facebook.com/groups/nasruas.mg

- Governador Valadares - 10h - Praça dos pioneiros
https://www.facebook.com/groups/nasruas.mg

- Monte Santo deMinas 14h Em Frente ao Banco Itaú
https://www.facebook.com/groups/nasruas.mg

- Uberaba - 16h - Em frente à Prefeitura
https://www.facebook.com/groups/nasruas.mg

- Uberlândia - 08h30 - Praça Tubal Vilela (loja Mariana)
https://www.facebook.com/groups/nasruas.mg.uberlandia

>>> PARÁ

- Belém - 9h na Praça da República https://www.facebook.com/groups/nasruas.pa

>>> PARAÍBA

- João Pessoa - 09h - Anel Externo da Lagoa (Doceria Zeni)
https://www.facebook.com/groups/nasruas.pb

>>> PERNAMBUCO

- Garanhuns - 10h30 - Praça Dom Moura
https://www.facebook.com/groups/nasruas.pe

- Recife - 15h - Pracinha de Boa Viagem
https://www.facebook.com/events/371669559566391/
https://www.facebook.com/groups/nasruas.pe

>>> PIAUÍ

- Teresina - 8h na Av Marechal de Castelo Branco
https://www.facebook.com/groups/nasruas.pi

>>> PARANÁ

- Araucária- 10h Câmara Municipal
https://www.facebook.com/groups/nasruas.pr

Cascavel 10h30 - Prefeitura Municipal
https://facebook.com/groups/nasruas.pr.cascavel

- Curitiba - 14h na Boca Maldita
https://facebook.com/groups/nasruas.pr

- Foz do Iguaçu 11h Frente à Ono Teatro Bar
https://facebook.com/groups/nasruas.pr

- Londrina - 14h30 Calçadão de Londrina. Ao lado do Shopping Royal Plaza
https://facebook.com/groups/nasruas.pr

- Maringá - 16h Catedral
https://facebook.com/groups/nasruas.pr

- Pato Branco - 16h Praça Getulio Vargas
https://facebook.com/groups/nasruas.pr

- Umuarama - 16h na Praça Miguel Rossafa https://facebook.com/groups/nasruas.pr

>>> RIO DE JANEIRO

- Angra dos Reis 16h Praça da Igreja do Carmo
https://facebook.com/groups/nasruas.rj

- Rio de Janeiro - 16h no Posto 4 de copacabana
https://facebook.com/groups/nasruas.rj

- Marica - 12h - na Rodoviaria de Marica https://facebook.com/events/446354638725417/

>>> RIO GRANDE DO NORTE

- Caico - 10h - Praça de Alimentação Dr. José Augusto
https://facebook.com/groups/nasruas.rn

- Natal - 15h no Antigo Bompreço (começo do calçadão, em frente ao Sal e Brasa)
https://facebook.com/groups/nasruas.rn

>>> RIO GRANDE DO SUL

- Passo fundo - concentração 15:30 Horário Praça do Teixeirinha
https://facebook.com/groups/nasruas.rs

- Porto Alegre - 9h na Ponte de Pedra. Rua Washington Luiz
https://facebook.com/groups/nasruas.rs

- Nova Santa Rita - Rua Deoclésio Rodrigues
https://facebook.com/groups/nasruas.rs

>>> RONDÔNIA

- Porto Velho - 16h na Praça da Estrada de Ferro Madeira Mamoré
https://facebook.com/groups/nasruas.ro

>>> RORAIMA

- Boa Vista - 15h na Praça do Centro Cívico https://facebook.com/groups/nasruas.rr

>>> SANTA CATARINA

- Araranguá, 8h, Local: Av. 7 de Setembro -. https://facebook.com/events/407749679257424/

- Balneário Camboriú - 16h na Praca Almirante Tamandaré
https://facebook.com/groups/nasruas.sc.camboriu

- Florianópolis - 16h no Trapiche Beira-Mar
https://www.facebook.com/groups/nasruas.sc

- Laguna - 12h - Em frente ao Marco do Tratado de Tordesilhas, ao lado da Rodoviária, Praça Tordesilhas
https://www.facebook.com/events/316855735076830/
https://www.facebook.com/groups/nasruas.sc.laguna

>>> SERGIPE

- Aracaju - 16h no Arcos da Orla de Atalaia
https://www.facebook.com/groups/nasruas.se

>>> SÃO PAULO

- Amparo - 15h30 praça Pádua Salles
https://www.facebook.com/groups/nasruas.sp

- Barueri - 9h - na Pça. Lelita Bittencourt (enfrente o SAMEB)
https://www.facebook.com/groups/nasruas.sp

- Campinas - 15h no Largo do Rosario, Avenida Campos Sales
https://www.facebook.com/groups/nasruas.sp

- Marília - 16h na Av. Sampaio Vidal, frente espaço cultural https://www.facebook.com/groups/nasruas.sp

- Osasco - 14h na Estação Terminal Osasco
https://www.facebook.com/groups/nasruas.sp

- Pindamonhangaba - 09h - Em frente à Prefeitura
https://www.facebook.com/events/482644935086249/
https://www.facebook.com/groups/nasruas.sp.pinda

- Ribeirão Preto - 16h no Teatro Dom Pedro II
https://www.facebook.com/groups/nasruas.sp.ribeiraopreto

- Santos - 15h na Praça da Independência, percorrendo a Av Ana Costa
https://www.facebook.com/groups/nasruas.sp.santos

São Bernardo do Campo - 16h Prefeitura Munic. S. Bernardo Campo Paco Municipal
https://www.facebook.com/groups/nasruas.sp

- São José dos Campos - 16h Parque Vicentina Aranha
https://www.facebook.com/events/321812001235500/
https://www.facebook.com/groups/nasruas.sp.sjcampos

- São Paulo - 14h - Masp
https://www.facebook.com/groups/nasruas.sp

- Sorocaba - 16h - na Praça da Bandeira, ao lado do terminal Stº. Antônio
https://www.facebook.com/groups/nasruas.sp

- Taubaté - 10h - na Avenida Professor Walter Thaumaturgo (Avenida do Povo)
https://www.facebook.com/groups/nasruas.sp.taubate

>>> TOCANTINS

- Palmas - 16h praça dos Girassóis
https://www.facebook.com/groups/nasruas.to


Assinado
Marcello Reis
Fundador Revoltados ON LINE
Há sempre um Revoltado ON LINE em algum lugar, SEMPRE HÁ !@!