Siga Marcello Reis no FOICEbook

domingo, 2 de dezembro de 2012

Campanha Prendam Rosemary ! Ela já abriu as pernas, para abrir o bico precisa ser PRESA !@!


Rose já abriu as pernas, para abrir o bico ela precisa ser presa! 

Confirme sua presença no evento do facebook, link abaixo:

https://www.facebook.com/events/562671933758291/

Assinado
Marcello Reis.
Fundador Revoltados ON LINE
Há sempre um Revoltado ON LINE em TODO lugar, SEMPRE HÁ !@!


Um comentário:

alexandre disse...

O QUE FAZER?

A- Diante da impunidade pública e corrupção?
B- Diante das injustiças sociais?
C- Diante da ditadura imposta pelo atual poder?
D- Diante da falta de segurança pública?
E- Diante do Caos da saúde pública?
F- Diante do roubo aos cofres públicos?
G- Diante da falta de gestão no acompanhamento dos projetos públicos e também da fala de gerenciamento nas suas unidades?
H- Diante da falta de justiça por processos que se perdem ao longo do tempo?
I- Diante de tanta carga tributária?
J- Diante de um país em que os ministros do supremo são escolhidos pelos presidentes da república e logicamente comprometidos com o poder maior?
L- Diante de tantos problemas de muitos e tanta falta de sensibilidade de poucos?
H- Para diminuir as mordomias, altos salários e benefícios dos servidores públicos?
I- Para equiparar o teto máximo das aposentadorias dos servidores públicos idênticos aos da iniciativa privada?
J- Para por um país não tenha um tratamento diferenciado, ou seja, os privilegiados (os cavaleiros) e os desprivilegiados(as cavalgaduras)?
G- Pelo o descaso com nos aposentados que lutamos na justiça nos processos ditos da desaposentação, quando já existe este direito para os servidores púbicos (é assegurada aos servidores públicos pelo Regime Jurídico Único (Lei 8.112/1990). Se trabalhou na iniciativa privada e depois de se aposentar conseguiu ser aprovado num concurso público, o aposentado pode pedir a desaposentação)?
H- Vamos gritar? Chorar? Amaldiçoar? Orar? Rezar? Jogar pedras? Onde arrumar esperanças diante de tudo? etc.

Como é difícil buscar dentro de nós mesmos a esperança de uma justiça efetiva diante de tantos atos malditos praticados por tão poucos, o mais interessante é que todos (diretamente ou indiretamente) que estão ai fazendo o sofrimento dos aposentados, fomos nos que os colocamos com o nosso voto.
PENSEM NISSO E VAMOS APRENDER A ESCOLHER MELHOR OS NOSSOS REPRESENTANTES!

Alexandre Ferreira.