Siga Marcello Reis no FOICEbook

terça-feira, 26 de junho de 2012

QUANDO O PT FALA VERDADES, ELE ATIRA NA PRÓPRIA CABEÇA


O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro (PT), comparou o mensalão ao impeachment contra o presidente do Paraguai, Fernando Lugo. A análise faz parte de um artigo publicado domingo no portal Carta Maior e difundido nas redes sociais. Tarso afirma que no Paraguai o "golpe de Estado do ‘novo tipo’" teve sucesso porque Lugo não tinha uma agremiação partidária sólida. "Aqui eles não tiveram sucesso porque o nosso ex-presidente soube fazer acordos com partidos fora do eixo da esquerda, para não ser colocado nas cordas."

O que este traidor da pátria e guerrilheiro quis dizer foi o seguinte:_Nós roubamos e continuaremos roubando e comprando todos mientra sea necessário, onde come um quadrilha também pode comer um bando, umas instituições, umas igrejas, umas emissoras de rádio e televisão, enfim, o ex-presiMente da estrella institucionalizou a roubalheira e distribuiu a farinha do mesmo saco, para se manter no poder e não sofrer um IMPEACHMENT ou algum ato que pusesse o seu mandato em risco. Capisce, caspita?




Essa erva que eles fumam, deve ser estragada e com a seda do avesso.


Por: Bruno Toscano

O BODE EXPIATÓRIO, Coronel Ustra é condenado a indenizar família de jornalista torturado e morto nos anos 70

Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra é condenado a indenizar família de jornalista torturado e morto nos anos 70

Do UOL, em São Paulo
Ana Carolina Fernandes/Folhapress - 25/06/2012 
 MPF recorre de sentença que rejeitou denúncia contra Ustra por sequestro  Justiça Federal recusa ação contra coronel Ustra por morte na ditadura  TJ-SP adia julgamento de recurso do coronel Brilhante Ustra  Em audiência sobre a morte de jornalista, testemunhas relatam torturas O coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra foi condenado a pagar R$ 100 mil de indenização por danos morais à família do jornalista de Luiz Eduardo da Rocha Merlino, morto em julho de 1971 na sede do DOI-Codi (Destacamento de Operações de Informações - Centro de Operações de Defesa Interna), na época comandado por Ustra.

.
O DOI-Codi foi o principal órgão centralizador de informações para a repressão à oposição política durante o regime militar e se transformou em local de prática de tortura, homicídios e desaparecimentos.
O livro “Direito à Memória e à Verdade”, publicado pelo governo brasileiro em 2007, relata 64 casos de mortes e desaparecimentos pelos agentes do DOI-Codi de São Paulo durante a gestão dos militares Ustra e Audir Santos Maciel.
A sentença da 20ª Vara Cível de São Paulo, registrada nesta segunda-feira (25), determina o pagamento de R$ 50 mil para a companheira do jornalista, Angela Maria Mendes de Almeida, e de mais R$ 50 mil para a irmã de Merlino, Regina Maria Merlino Dias de Almeida.
Merlino foi jornalista e membro do Partido Operário Comunista (POC) e da Quarta Internacional. Em 15 de julho de 1971, o jornalista foi preso e levado para a sede do DOI-Codi, no centro de São Paulo, onde foi torturado e morreu.
A família do jornalista recebeu a notícia da morte quatro dias depois e, na época, a versão oficial foi a de que ele teria se suicidado enquanto era levado para o Rio Grande do Sul para reconhecer colegas militantes de esquerda, se jogando à frente de um carro na rodovia.
Na sentença, a juíza diz que "pessoas que estiveram no DOI-Codi na mesma época trouxeram relato de que Luiz Eduardo fora espancado durante 24 horas seguidas no 'pau-de-arara' e, como consequência, passou a apresentar dores nas pernas, que, depois, se constatou ser sintoma de complicações circulatórias severas, que redundaram na morte dele por falta de atendimento médico adequado e excesso nos atos praticados pelo réu".
Procurado pela reportagem, o advogado do coronel informou que irá recorrer da decisão. "A decisão vai contra a legislação vigente e será objeto de recurso. No meu ver, [a decisão] vai contra a Lei da Anistia", disse o advogado de Ustra, Paulo Esteves.
A sentença que determinou a indenização, no entanto, diz respeito a uma ação cível, e a Lei da Anista é de âmbito exclusivamente penal, conforme reconheceu o STF (Supremo Tribunal Federal).
Torturador
A família de Merlino tenta há mais de 40 anos fazer com que Ustra seja acusado criminalmente e reconhecido como torturador e assassino do jornalista. Essa decisão da 20ª Vara Cível, no entanto, trata apenas da indenização por danos morais.
Em maio, a Justiça Federal rejeitou pedido para abrir ação penal contra Ustra pelo desaparecimento do sindicalista Aluízio Palhano em 1971. A decisão do juiz Márcio Rached Millani, da 10ª Vara Criminal de São Paulo, foi um revés na tentativa do Ministério Público Federal de enquadrar ex-agentes da ditadura por crime de sequestro.
O juiz afirmou que a denúncia contra Ustra e o delegado Dirceu Gravina, ainda na ativa na Polícia Civil de São Paulo, contraria decisão do STF de manter a validade da Lei da Anistia para acusados de torturar e matar presos políticos.

AdendoÉ sempre assim o modus operandis destes CAMARADAS, precisa-se ter um bode expiatório para que a vingança seja completa e possa parecer verdadeira, tudo forjado e montado pelos mesmos CAMARADAS que pegaram em armas para ASSALTAR, SEQUESTRAR, ROUBAR, MATAR, EXPLODIR E JUSTIÇAR os seus dissidentes, civis e militares. Uma vez que os laudos, processos, documentos feitos pelas autoridades da época, de nada valem. Apenas o que vale são os depoimentos dos "Santinhos de Pau Oco" e ex-membros das ORGANIZAÇÕES TERRORISTAS, conheço militares que participaram das missões de combate aos comunistas, que se pelavam e borravam nas calças na hora de ligar o carro com medo de uma SABOTAGEM em seus veículos, e os mesmos ao darem partida voassem pelos ares como foguetes.

Só não consigo entender como podem ficar passivos e amordaçados por tanto tempo, estes homens que tem o dever e a missão de defender o Brasil em sua soberania, pois o inimigo não está fora do país, ele está sentado no lugar mais importante deste estado que não é nação, humilhando e achincalhando as Forças Armadas com salários indignos, cometendo todos os tipos de crimes possíveis e inimagináveis contra o povo, a começar pela cooPTação das mentes nas escolas, até os desvios de mais de 720 BILHÕES do nosso suado dinheiro em 10 longos anos de um inéPTo, corruPTo e incomPTente governo.

Quando é que os senhores militares irão tirar os pijamas, para vestirem suas fardas e defender o nosso país, tirando estes ESCROQUES COMUNISTAS do poder e restabelecer às leis e a ordem em nosso país?

Está tudo errado neste país, o poste mija no cachorro, uma lulla virou presidente e agora temos uma terrorista no poder, o que mais podemos esperar do futuro deste país que vive na IDIOTOCRACIA ?
Os heróis são culpados e os bandidos indenizados, pelo amor de Deus e pelo futuro dos meus filhos, façam alguma coisa para salvar o Brasil, antes que seja tarde DILLMAIS!

Por: Bruno Toscano

CRISE AÉREA: GOL ANUNCIA REDUÇÃO DE 2.500 FUNCIONÁRIOS ESTE ANO


A Gol informou nesta terça-feira que deve eliminar neste ano cerca de 2.500 mil postos de trabalho. 
"A Gol informa que, para adequar-se à nova realidade do mercado, manter seu plano de negócios disciplinado e a sustentabilidade de sua operação, entre janeiro e dezembro deste ano estima reduzir cerca de 2.500 postos de trabalho", informou em nota. Na manhã desta terça-feira, o Sindicato Nacional dos Aeronautas havia contabilizado 84 demissões na empresa somente entre pilotos.
A afirmação foi uma resposta à solicitação para esclarecimento sobre novas demissões na empresa. Na nota, a companhia reiterou que a redução é composta por cortes, congelamento de vagas e não reposição do "turn over" natural da empresa.
Desde janeiro, a Gol já eliminou cerca de 1.200 vagas, principalmente de pilotos e comissários de bordo. De acordo com o relatório divulgado pela empresa referente ao fechamento primeiro trimestre deste ano, o número de funcionários totalizava ao final de março 20.548, sendo 18.805 da Gol e 1.743 da WebJet.
Em 2011, a empresa já havia anunciado um plano de demissão de mais de 1.000 funcionários para os 12 meses seguintes. Contudo, os resultados ruins persistiram na empresa e fizeram com que o plano de demissão e os cortes de voos fossem ampliados.
Fonte: Veja
Por: Bruno Toscano

AS LIGAÇÕES PERIGOSAS DE HILLARY CLINTON COM OS MULÇUMANOS

Saleha Mahmood Abedin, a mãe do chefe de Hillary Clinton de pessoal, alegadamente serviu na divisão das mulheres da Irmandade Muçulmana ao lado da esposa do novo presidente do Egito, a Irmandade, Mohammed Mursi.
WND anteriormente exposto Abedin representado uma instituição de caridade muçulmana conhecida por ter grupos terroristas gerados, incluindo declarada pelo governo dos EUA para ser uma frente al-Qaeda oficial.


WND também relataram Clinton falou na faculdade Arábia Abedin de mulheres, onde ela foi introduzida por Abedin juntamente com a filha do ativista islâmico, Huma, que serve como chefe de equipe de Clinton. No discurso, Clinton elogiou a "trabalho pioneiro". Saleha de
Huma Abedin é também a mãe-de-lei do desgraçado ex-deputado Anthony Weiner, DN.Y.
Agora, autor Walid Shoebat está relatando que enquanto ela atuou como um dos 63 líderes da Irmandade Muçulmana, a versão feminina de facto da Irmandade Muçulmana, Saleha Abedin servido ao lado de Najla Mahmoud Ali, a esposa de Mursi. Ambos eram membros da Mesa da Irmandade de Orientação, encontrou Shoebat.
Saleha Mahmood Abedin é professor associado de sociologia na Dar Al-Hekma College, em Jeddah, Arábia Saudita, que ela ajudou a criar.Ela anteriormente dirigiu o Instituto de Assuntos das Minorias muçulmanas no Reino Unido e serviu como um delegado para a Liga Muçulmana Mundial, um grupo fundamentalista islâmico Osama bin Laden teria dito a um colega era uma de suas frentes de caridade mais importantes.
Em fevereiro de 2010, Clinton falou na faculdade Abedin, onde ela foi primeiramente introduzida pela Abedin e, em seguida, elogiou o trabalho do terror-amarrado professor:
"Eu tenho que dizer uma palavra especial sobre o Dr. Saleha Abedin", disse Clinton. "Você ouviu apresentar as parcerias muito interessantes que foram pioneiros entre as faculdades e universidades nos Estados Unidos e esta faculdade. E é um trabalho pioneiro para criar esses tipos de relacionamentos.
"Mas eu tenho que confessar uma coisa que o Dr. Abedin não fez", Clinton continuou, "e isso é que eu tenho quase um vínculo familiar com esta faculdade. A filha do Dr. Abedin, uma das suas três filhas, é o meu chefe de gabinete adjunto, Huma Abedin, que começou a trabalhar para mim quando era um estudante na George Washington University, em Washington, DC "
Como foi o primeiro a WND relatório , uma vez Abedin supostamente representava a Liga Muçulmana Mundial, ou MWL, uma instituição de caridade Arábia financiada que deu origem a grupos islâmicos acusados ​​de vínculos terroristas. Um dos grupos foi declarada pelo governo dos EUA para ser uma frente al-Qaeda oficial.
Abedin foi citado em relatos da imprensa numerosos como ambos representando a MWL e servindo como um delegado para a caridade.
Em 1995, por exemplo, o Washington Times informou sobre a Organização das Nações Unidas-arranjadas conferência de mulheres em Pequim, que pediu aos governos em todo o mundo para dar às mulheres a igualdade estatística com os homens no local de trabalho.
O relatório citado Abedin, que participou da conferência como delegado, como "também representando a Liga Muçulmana Mundial com base na Arábia Saudita e os muçulmanos ONG Caucus".
Referências da ONU site um relatório em vésperas Abedin listagem para a Conferência de Pequim também como representante da MWL no evento.
O site postou um artigo da extinta Agência de Informação Estados citando Abedin e relatar ela participou da Conferência de Pequim como "um delegado da Liga Muçulmana Mundial e membro da ONG das Mulheres Muçulmanas caucus".
No artigo, Abedin foi listado sob um nome mais curto ", o Dr. Saleha Mahmoud, diretor do Instituto de Assuntos das Minorias muçulmanas. "
WND confirmou o indivíduo listado é mãe Huma Abedin da. Os relatórios com erros ortográficos parte do nome do Abedin. Seu nome completo profissional é, por vezes, listados como Saleha Mahmood Abedin S.
Al-Qaeda ligações
A MWL, entretanto, foi fundada em Meca, em 1962 e se apresenta uma das maiores islâmicos organizações não-governamentais.
Mas de acordo com documentos do governo americano e testemunhos de funcionários da própria instituição de caridade, é fortemente financiada pelo governo saudita.
A MWL foi acusado de laços terroristas, assim como suas diversas ramificações, incluindo a Organização de Ajuda Internacional Islâmica, ou Iiro e Haramain Al, que foi declarado pela ONU e os EUA uma frente financiamento terror.
De fato, o Departamento do Tesouro, num comunicado de imprensa setembro de 2004, alegou Al Haramain tinha "ligações directas" com Osama bin Laden. O grupo agora está proibido em todo o mundo pela Organização das Nações Unidas do Conselho de Segurança Comité 1267.
Há muito tempo têm sido relatórios citando as acusações do Iiro e MWL também repetidamente financiado al-Qaeda.
Em 1993, Bin Laden teria dito a um colega que a MWL foi uma de suas três frentes de caridade mais importantes.
Um perfil Liga Anti-Difamação da MWL acusa o grupo de promulgar uma "interpretação fundamentalista do Islã em todo o mundo através de uma grande rede de caridade e organizações afiliadas."
"Sua espinha dorsal ideológica é baseado em uma interpretação extremista do Islã", o perfil estados ", e vários de seus grupos afiliados e indivíduos têm sido associados ao terror atividade relacionada."
Em 2003, EUA News and World Report documentado que acompanha doações da MWL de, invariavelmente, são "uma tempestade de literatura wahhabistas".
"Os críticos argumentam pregações mais extremas que wahhabismo de desconfiança - dos infiéis, branding de seitas rivais como apóstatas e sua ênfase sobre a jihad violenta, estabeleceu os fundamentos da para grupos terroristas em todo o mundo", continuou o relatório.
Um taxista egípcio-americano, Ihab Mohamed Ali Nawawi, foi preso na Flórida em 1990, acusações de que ele era um agente adormecido al-Qaida e um ex-piloto pessoal de Bin Laden. Ao mesmo tempo, ele foi acusado de servir bin Laden, ele também teria trabalhado para o ramo paquistanês da MWL.
A MWL, em 1988, fundou a Al Haramain Fundação Islâmica, o desenvolvimento de capítulos em cerca de 50 países, incluindo por um tempo em Oregon, até que foi designada uma organização terrorista.
No início de 1990, a prova começou a crescer que a fundação estava financiando militantes islâmicos na Somália e na Bósnia, e um relatório de 1996 do CIA detalhou seus laços bósnios militantes.
Escritórios os EUA Tesouro designado Al Haramain no Quênia e na Tanzânia como patrocinadores do terrorismo por seu papel no planejamento e financiamento dos atentados de 1998 de duas embaixadas americanas na África Oriental. O Ilhas Comores escritório também foi designada porque "foi usada como uma área de teste e exfiltração de rota para os autores dos atentados de 1998."
The New York Times relatou em 2003 que Al Haramain tinha fornecido fundos para a Indonésia grupo terrorista Jemaah Islamiyah, que foi responsável pelos atentados de 2002 em Bali, que mataram 202 pessoas. O escritório Indonésia foi mais tarde designado como uma entidade terrorista pelo Tesouro.
Em fevereiro de 2004, os EUA Departamento do Tesouro congelou todos os ativos financeiros Haramain Al durante uma investigação, levando o governo saudita para dissolver a caridade ea dobrá-lo em outro grupo, a Arábia Comissão Nacional de Socorro e Caridade no Exterior.
Em setembro de 2004, os EUA designada Al-Haramain uma organização terrorista.
Em junho de 2008, o Departamento do Tesouro aplicou a designação terrorista a todo o Al-Haramain organização mundial
Bin Laden, irmão-de-lei
Em agosto de 2006, o Departamento do Tesouro também designado as filiais das Filipinas e da Indonésia do Iiro MWL-fundada como entidades terroristas "para facilitar a angariação de fundos para a Al Qaeda e grupos afiliados terroristas".
O Departamento do Tesouro acrescentou: "Abd Al Hamid Sulaiman Al-Mujil, um alto Iiro [diretor-executivo da sucursal Província Oriental] oficial na Arábia Saudita, tem usado sua posição para financiar a rede al-Qaeda no Sudeste Asiático. Al-Mujil tem um longo histórico de apoio a grupos militantes islâmicos, e manteve uma célula de doadores regulares financeiros do Oriente Médio que apóiam causas extremistas. "
Na década de 1980, Mohammed Jamal Khalifa, Osama bin Laden, irmão-de-lei, correu os escritórios da Iiro Filipinas. Khalifa tem sido associada a Manila com base em parcelas para atingir o papa e companhias aéreas dos EUA.
O Iiro também foi acusado de financiamento do Hamas, os radicais argelinos, bases no Afeganistão e militantes do grupo terrorista egípcio Al-Gama'a al-Islamiya.
O New York Post relatou as famílias das vítimas do 11/9 ajuizou ação contra a Iiro e outras organizações muçulmanas por ter "desempenharam papéis-chave na lavagem de fundos para os terroristas nos atentados de 1998 Embaixada da África", e por ter sido envolvido no "O financiamento ea" cumplicidade "de terroristas no atentado de 1993 ao World Trade Center."
'Front governo saudita'
Num processo judicial, no Canadá, Arafat El-Asahi, o diretor canadense de ambos os Iiro ea MWL, admitiu que as instituições de caridade estão perto de entidades do governo saudita.
Afirmou El-Asahi: "A Liga Muçulmana Mundial, que é a mãe de Iiro, é uma organização totalmente financiada pelo governo. Em outras palavras, eu trabalho para o Governo da Arábia Saudita. Eu sou um empregado de que o governo.
"Em segundo lugar, o Iiro é o ramo alívio dessa organização, o que significa que são controlados em todas as nossas atividades e planos do Governo da Arábia Saudita. Tenha isso em mente, por favor ", disse ele.
Apesar de suas ramificações estar implicado no financiamento do terrorismo, nunca o governo dos EUA designou a MWL-se como uma instituição de caridade a financiar o terror. Muitos especularam que os EUA vêm tentando não constranger o governo saudita.
Com a pesquisa por Brenda J. Elliott
Fonte: WND
Depois querem mesmo que eu acredite que os ataques do 11/9 foram atos cometidos por terroristas, quando na verdade, eles foram cometidos pelo próprio governo americano e as evidências são muitas, mas este assunto irei tratá-lo em um outro post. Mas deixo a dica de um site para procurarem a notícia sobre o que acertou o Pentágono. www.pentagonstrike.co.uk 
Por: Bruno Toscano

ESTARRECEDOR: PMDB E PT MASSACRAM APOSENTADOS E VIÚVAS!




1. (Ilimar Franco - Panorama Político - Globo, 24) “O Ministro da Previdência, Garibaldi Alves (PMDB), fechou uma proposta de reforma, que prevê restrição de benefício aos pensionistas. Ela pretende reduzir as pensões do INSS para quem ficar viúvo de agora em diante, reduzindo em até 50% seu valor. Uma das regras prevê que um novo casamento extingue o direito à pensão.”



Pergunto: E se a viúva ou o viúvo não casarem de novo, como é que isto fica?


2. (Ex-Blog) Esse será o maior arrocho salarial contra aposentados e pensionistas da história do Brasil e provavelmente do mundo todo. Nem o neoliberal mais radical proporia tamanho arrocho aos proventos e pensões. Mais uma iniciativa antissocial, anti-humana do PMDB-PT. 

Cesar Maia 26.06.12


Pergunto: Mas não são eles os pais dos pobres e oprimidos do Brasil?

Estes são os Camaradas que o povo aprendeu a aplaudir e apoiar com unha e dentes, isto, para não terem quase nada em troca, somente míseras 30 moedas para calar a boca e tapar o dente careado de um povo, que foi doutrinado a ser escravo e permissivo com tudo.

Vou lhes mostrar o caso de um aposentado da Varig que teve a sua previdência da AERUS, ROUBADA POR ESTE GOVERNO CORRUPTO, e que dizimou ao longo dos 6 anos em que eles padecem, mais de 636 brasileiros que contribuíram uma vida inteira e levaram o Brasil nas costas, para chegarem no fim de suas vidas e não terem nem o que comer.



O QUE ELLES TEEM EM COMUM???




-NÃO GOSTAM DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS, que contribuíram por 30 ou mais anos e se aposentaram com mais de 1 Salário Mínimo.


O sarney deu o pontapé inicial; collor ignorou-os solenemente; fhc os chamou de VAGABUNDOS e mudou as regras para a aposentadoria dos brasileiros da iniciativa privada ; lulla começou a massacrar os aposentados com mais de 1 Salário Mínimo em seu 1º governo, no 2º foi pior; A BANDILLMA DUCHEFF arrazou-os de vez, tanto no 1º e 2º ano de governo , e agora até 2015...


A BANDILLMA DUCHEFF É A TERRORISTA DOS APOSENTADOS/PENSIONISTAS DO INSS, com mais de 1 Salário Mínimo, arrochou-os em seu 1 ano de governo, MASSACRANDO-OS, TORTURANDO-OS de forma indefesa, pessoas idosas
que realmente deram seu suor para construir uma nação trabalhando sem matar OU roubar ninguém, e contribuíram para a Previdência Social por mais de 30 ou 35 anos...

O instrumento de tortura da BANDILLMA DUCHEFF hj é a sua CANETA que veta o mesmo percentual dado ao salário mínimo...

A CELA ou PRISÃO dos Aposentados e pensionistas do INSS, com mais de um salário mínimo, é o CRÉDITO CONSIGNADO propagado em propagandas CRETINAS recheadas de mentiras, para iludir quem carregou o país nas costas...

O tempo de PRISÃO pode ser de 6,7 ou 8 anos de parcelas que eles tem que sacrificar das suas aposentadorias para pagar os empréstimos no valor de 20 a 30% dos seus rendimentos mensais, que nem dá para pagar um plano de saúde, e com muito sacrifício comprar os remédios necessários, parcelando-os a perder de vista...

E enquanto isso, o TROUXA brasileiro vai empurrando com a barriga o direito de viver livre e com dignidade, dizem que a escravidão acabou com a assinatura da Lei Áurea no dia 13 de maio de 1888...Mas o que vemos é que ela persiste nos dias de hoje...

Não esqueçam que quem é omisso hoje, vai ser o aposentado de amanhã, a omissão é um CRIME que um povo covarde pode fazer contra o seu próprio povo...

ACORDA POVO BRASILEIRO E VAMOS PARA À LUTA, E ACABAR COM ESSA BANDALHEIRA TODA COM AS NOSSAS CARAS...

SOMENTE O POVO PODERÁ SALVAR O POVO...

Por: Bruno Toscano

ACIDENTE DO GOL 1907, ÀS VERDADES QUE NÃO SÃO MOSTRADAS...



‎"Toda verdade passa por três estágios. No primeiro, ela é ridicularizada. No segundo, é veementemente antagonizada, somente no terceiro estágio, ela é aceita."


                                                   

Isto é como elles dizem ter acontecido, só q não foi o q aconteceu, pq o vídeo mostrou q os pilotos do Legacy se questionaram sobre o q bateram, veja a proximidade q a mídia disse q aconteceu o fato, os pilotos do Legacy foram escondidos pelo governo Brasileiro, eles estão voando no gringo somente o controlador de voo q nada tinha haver com isso foi condenado, sendo q o plano de voo está na carta de navegação e JAMAIS os pilotos saíram no nível de voo q a mídia disse q saíram.
Pra quem gosta de aviação e acidentes aéreos, aqui vai um vídeo sobre o acidente do GOL 1907, gostaria q vcs prestassem bastante atenção no q diz o jornalista q dá o relato sobre o ocorrido, aos 9:05 min deste vídeo e tirem as suas conclusões sobre o ocorrido, só pergunto uma coisa: Assassinaram 154 seres humanos para desviar o foco da mídia com a compra do dossiê contra os tucanos no dia em q o GOL caiu, lembrem-se da data do acidente 29/09/2006, estávamos às vésperas de uma eleição presidencial com o nome do Lulla pipocando na mídia com a compra do dossiê fajuto, por 1 milhão e 700 mil reais, alguém aqui sabe me responder quem foi o mandante da compra do tal dossiê? Veja o q diz a Elaina Cantanhendê sobre os fatos e as coincidências
I N A C R E D I T Á V E I S...

E só no Brasil q a física é mutável, esqueceram de aplicar a 3ª Lei de Newton neste caso, onde o avião com a massa maior caiu e o de massa menor sequer desviou de proa...

Começo este tópico, tentando lhes mostrar um fato que ocorreu há pouco tempo, e gostaria que todos pudessem ver, como passar perto de um avião, é uma coisa que aterroriza, quem não está  querendo que isto aconteça, ainda mais, quando estamos em baixa altitude e prontos para o pouso, com a velocidade baixa e com o foco voltado para a frente. Note na matéria e na quantidade de palavrões que o piloto da FAB de um T-27 Tucano, fala, ao ver o GOL passando a 60 METROS ACIMA DELE.


Isto sim, é uma demonstração real de uma real situação e não, de uma situação inventada por indivíduos corruPTos, que fazem de tudo para se sustentar no poder, tanto que, o Legacy continua em uma base militar, não houve investigação civil e os militares ficaram uma semana a mais no meio do mato, dinamitando os destroços, agora vejam o detalhe deste outro vídeo, e notem o que diz o jornalista que estava dentro do Legacy aos 9 minutos e 8 segundos, ele diz um pouco antes que ouviram um tremendo "BANG" e complementa neste momento o raciocínio, o que seria mais plausível.


Agora, a pergunta que não quer calar, porque elles derrubaram o GOL? É simples de responder, escolheram um vôo da GOL para desviar a atenção do povo, com relação ao escândalo da compra do dossiê, cujo o qual, o nome do PRESIMENTE DA ESTELLA estava por de trás e até hoje, não sabemos quem foi o mandante, a GOL foi aberta com uma dívida no INSS do grupo Áurea de mais de 200 milhões, com as articulações do Nenê Constantino e seu amiguinhos de Brasília, note: Alguém se lembra do Roriz partilhando dinheiro público com o mesmo Nenê Constantino em seu escritório? Logo depois o Roriz fez beicinho e entregou o cargo, quando explodiu este escândalo, porque ele agiu desta maneira? Para que a imprensa que também é corruPTa, não investigasse para não chegar neles.É duro acreditar no que falo, dizem que sou louco, mas procurem entender a 3ª lei de newton, ação e reação, experimentem jogar dois carros de ferro, um de contra o outro e vejam o que acontece com eles, o Legacy poderia ter o material mais rígido do mundo na ponta da asa, mas no choque, ele no mínimo teria derivado de proa, e mais, o profundor do Legacy, é totalmente móvel para poder trimar as tendências de subir e descer, quando o avião está pesado no bico, ou pesado na cauda.

Caso ocorresse um choque frontal, com ambos voando a 850Km/h, a velocidade no momento do choque foi de 1700 kmh, o profundor teria sido arrancado,pois ele, não é como a asa de um avião, que é uma peça inteira , outro detalhe que me intriga muito, é saber que a asa do Legacy não sofreu um empenamento, uma vez que o choque foi frontal e a força G sofrida pelo metal teria empenado. Veja o que um pássaro faz, quando bate na asa de um avião.

Irei mostrar umas fotos com estragos causados por pássaros em aviões, eles tem a massa infinitamente menor, a velocidade deles é mil vezes menor do que a de um avião vindo no sentido contrário, e veja o estrago que ele faz em um avião.

 

 Este foi o estrago feito n Legacy, e a mídia disse que a ponta da asa passou rasgando a asa do GOL q é 10 x mais resistente e grossa do q o winglets do Legacy, e o mais curioso disso tudo, é ver qur o Legacy não teve um desvio de proa e os pilotos ainda se questionaram no que haviam batido...

Note que o profundor do Legacy, é uma peça móvel e não fixa na estrutura, se houvesse um choque frontal, esta peça inteira teria sido sacada no voo e o avião cairia, pois a velocidade no momento do impacto somando a velocidade das duas aeronaves, era de 1700km/h, imagine a força G sofrida pelas asas no momento do impacto, e veja nas fotos abaixo, o resultado do choque de aviões com urubus, para você tirar as suas conclusões. PENSE!



    
 Este é o resultado de um choque entre um urubu e um avião, note q o urubu não tem a mesma aceleração q um boeing e muito menos o peso é igual, e veja o tamanho do estrago q ele faz ao se chocar com um avião, imagine bater dois aviões como dizem ter batido o GOL e o Legacy, e o avião de massa maior cair e o de massa menor sequer relatar um desvio de proa.


                                                              

O pássaro quase cortou a asa do Navajo ao meio, isto pq ele pesa somente de 2 a 3 kg

 

  F111 colidiu com um pássaro e note o estrago no randome

                                                          

Turbina de Airbus atingida por um pássaro, veja o estrago...

                                                              

B-737 colidiu com um pássaro no randome


                                                                           

Neste caso o pássaro entrou pelo randome

                                                                           

E veio parar aqui...
    
Xavante colidiu com um urubu em voo

Esta foto aqui mostra o pequeno estrago feito na ponta da asa do Legacy, note no detalhe da foto que o material composto da mesma, está retorcido para baixo, ou seja, algo bateu nesta parte do avião de cima para baixo, e não como disseram ter batido, pois, se fosse da maneira como falaram, o material deveria estar cisalhado para traz e não retorcido para fora...Salve e amplie a foto para ver o detalhe.

Aúdio da cabine de comando do Legacy e relatos dos ocupantes

Passava das 19h56m54 Zulu, quando o Legacy cruzava a selva, acima do território do município mato-grossense de Peixoto de Azevedo, algo misterioso e apavorante aconteceu. 
Ouviu-se na cabine de comando um som seco de impacto, captado pelos microfones CAM (Cockpit Area Microphones) e registrado numa das caixas-pretas, o CVR (Cockpit Voice Recorder), gravador de vozes da cabine de comando. O avião deu uma abrupta guinada para a esquerda. 
Seguiram-se dois gemidos do comandante Lepore, “Uh, oh”, a desconexão imediata do piloto automático e três avisos estridentes (chimes) de alarme. 
– What the hell was that? (Que diabos foi isso?) – Lepore perguntou. 
– Nós perdemos um dos winglets (dobra para cima da ponta da asa) – respondeu o copiloto, assustado, mas não em pânico. 
– Did we? (Perdemos?) Where the fuck did he come from? (De que porra de lugar ele veio?) – Joe Lepore percebeu que haviam colidido com alguma coisa. – O.k., vamos descer, declarando uma emergência. 
Foi a vez de Paladino gemer: 
– Uh. 
Lepore falou ao microfone: 
– Brasília, Rádio Brasília, Brasília, November Six Hundred X-Ray Lima. 
Paladino avisou o comandante que este deveria usar a frequência de emergência. 
– Vinte e um cinco (referia-se a 121,5 mega-hertz). 
Lepore, que não se esquecera disso, confirmou: 
– Vinte e um cinco. 
– Precisamos manter a velocidade baixa – sugeriu o copiloto. E tentou minimizar o incidente: 
– Nós não estamos com uma descompressão explosiva – Paladino fez valer sua maior experiência em jatinhos da Embraer. 
– Fuck it – o CVR registrou o “comentário” do comandante. Mas logo sua voz ficou calma e clara quando ele voltou a chamar Brasília. 
– Brasília, Brasília, November Six Zero Zero X-Ray Lima, emergência. 
Sentado numa das poltronas da cabine de passageiros, o vice-presidente executivo da ExcelAire, David Rimmer, sentira o forte sacolejo, viu que a ponta da asa esquerda desaparecera e, por via das dúvidas, levantou-se e foi até o cockpit informar os pilotos. 
A pergunta-palavrão veio agora de Paladino: 

– Where the fuck did he come from?  (De onde esta porra veio?)

As lembranças do colunista Joe Sharkey foram, dias depois, registradas em um artigo de jornal: 
“Sem aviso, senti um terrível solavanco e ouvi uma batida forte, seguidos de um silêncio assustador, a não ser pelo zumbido dos motores. E então duas palavras das quais jamais me esquecerei: ‘Fomos atingidos’, disse Henry Yandle, um dos companheiros de viagem, de pé no corredor próximo à cabine de comando do jato Embraer Legacy 600.” 
Sharkey levantou a cortina plástica da janela. Viu que o dia ainda estava claro, embora com o sol se avermelhando e já próximo à linha do horizonte. Viu também o verde-escuro da floresta, se estendendo até onde os olhos podiam distinguir. Na extremidade da asa, em lugar do winglet, havia um rasgão indecente e irregular, com fiapos de fibra de carbono tremulando ao vento. 

– Que porra nós atingimos? – ainda perplexo com o incidente, Lepore perguntou a Paladino e a si próprio. Mas logo voltou a pensar nos centros de auxílio de terra. Apertou, no manche, o botão do microfone e transmitiu, às cegas, para qualquer um que pudesse ouvir: 

– Brasília, Brasília, November Six Hundred X-Ray Lima. Temos um problema estrutural. Mayday, mayday– completou. 

                                                                                                                    Legacy parkeado na pista da Serra do Cachimbo e a pequena avaria no Winglets e no Profundor


Amigos, os militares disseram que os índios não deixam ninguém ir lá, é mentira, eles não querem que investiguem este caso, pois dinamitaram os destroços alegando BOGUS PARTS, dizendo que alguém poderia ir no meio do mato retirar as peças do avião, quando eles deveriam ter resgatado todos os destroços e levado para o CENIPA, ou Seattle para uma melhor investigação, até para que pudessem expedir um relatório final sobre este "acidente" envolto em perguntas sem respostas... Porque o governo Brasileiro escondeu os pilotos do Legacy, que sequer deram uma entrevista para a imprensa brasileira naquela época? Porque os pilotos estão livres cumprindo penas sociais nos EUA, após matarem 154 seres humanos, como dizem as autoridades brasileiras?
    DESTROÇOS DO GOL INCENDIADOS NO MEIO DO MATO, PARA SUMIREM COM AS EVIDÊNCIAS DE UMA POSSÍVEL EXPLOSÃO INTERNAR OU ALGUM ARTEFATO O ATINGIU NA ALTURA DA CAUDA PELO LADO ESQUERDO DO APARELHO

Eles dizem que o acidente foi assim, como se a ponta da asa do Legacy fosse uma faca quente e a asa do GOL fosse uma manteiga, preste bastante atenção...Engraçado é a asa do Legacy não ter sofrido nenhum empenamento para trás com o impacto que eles dizem que os aviões sofreram.

Essa é a história para boi dormir que o governo fez a mídia contar, e simplesmente esqueceram ou aboliram a 3ª Lei de Newton, Ação e Reação, só no Brasil do Lulla que a física é mutável...


Irei citar um acidente que ocorreu nos EUA, o TWA 800. No dia 17 de julho de 1996, um dia quente de verão, um Boeing 747 da TWA embarcou 230 passageiros, no Aeroporto JFK em New York. Antes da decolagem, o avião havia permanecido na pista durante duas horas e meia, fazendo com que o combustivel torna-se volátil. O avião decolou, uma decolagem tranqüila e rotineira. Porém doze minutos após a decolagem o avião sumiu do radar dos controladores de tráfego aéreo. Testemunhas de outras aeronaves próximas afirmam terem visto duas bolas de fogo na costa de Long-Island. Horas depois a fuselagem destruída de uma aeronave foram encontradas boiando no mar.

Do ocorrido
Depois de algumas horas a notícia da queda do vôo da TWA-800 fora confirmada. A imprensa ja divulgava imagens dos destroços do avião em alto mar , nos noticiarios ao vivo. Depois de doze minutos que o avião explodiu, logo atras da cabine foi verificado que a cabine se partiu, dividindo o avião em duas partes. O cockpit mergulhou "de cabeça" em direção ao mar. Já a cabine de passageiros, com os motores ainda em funcionamento , subiu até uma altitude elevada e depois perdeu a força e mergulhou em direção ao mar. Todos os 230 passageiros morreram.

As investigações da NTSB(National Transpostation Safety Board) indicam que a causa provável do acidente do vôo 800 da TWA foi uma explosão no depósito central provocada pela combustão de uma mistura de ar aquecido e querosene. O combustivel se aqueceu tornando-o instável e volátil. Uma pequena faisca de 75mJ foi responsável da explosão do avião, contudo o que causou a faisca nunca foi provado, pois o avião ainda era considerado bom, e com boa manutenção.


Solução
Dez anos depois do acidente, foram cobradas medidas sérias para evitar outros acidentes. Porém nunca antes aconteceu nenhum acidente parecido com esse, tornando dificil uma solução para esse problema, uma vez que ele só aconteceu uma vez. Depois desse acidente tornou-se obrigatório a colocação de um gás não inflamável quando não há combustivel nos tanques para evitar o superaquecimento e uma possivel explosão.

É disto que os militares Brasileiros estão com medo, de expedir um laudo conclusivo e informar para o mundo, as mentiras que elles contaram para o povo Brasileiro, que acreditou neste conto do vigário, nos EUA, eles passaram 2 anos mergulhando todos os dias para resgatar os destroços do avião que estava no fundo do mar, e no Brasil, os militares dinamitaram os destroços e vieram com a desculpa de que seria muito caro resgatar os destroços, e que os índios não queriam ninguém lá naquela área, e tem mais, se notarem no que diz o jornalista no vídeo, que um 747 cargueiro os orientou com relação a uma pista no mato, vale ressaltar que no Brasil, não temos aviões 747 cargueiros, aliás, nem de passageiros este modelo de avião não existe, ou seja, se a informação do 747 cargueiro for verídica, eles foram então, orientados por algum avião de fora do país, notem também mais um detalhe, o avião pousou em uma base aérea militar, uma vez que ele estava voando e tinha uma rota definida, eles dizem que baixaram de altitude para achar a pista, ora! Se você está alto, não teria nexo baixar para procurar a pista, porque, quanto mais alto, a amplitude de visão é muito maior e o consumo do avião é menor, a pergunta que não quer calar: Que 747 foi este que orientou os pilotos a pousar na serra do cachimbo, na base aérea militar? E porque os pilotos não continuaram voando para MAO (Manaus) uma vez que eles já tinham este plano de vôo.

O que mais intrigou na época dos fatos, foi que o governo Brasileiro, escondeu os pilotos e a imprensa não pode entrevistá-los, e hoje, eles estão soltos, voando livres e sem peso na consciência, porque eles sabem qual foi a verdade e ninguém mais falou nisto; Andei conversando com uma advogada das famílias e ela me disse que todos os familiares estão sendo "comprados", ou melhor, indenizados para que não mexam mais no caso, isto é mais intrigante ainda.


Chegou até mim estes dias está foto, que mostra alguns detalhes sobre este acidente, alguns detalhes como o trem de pouso baixado e travado, foi devido a força G sofrida pelo aparelho no momento do mergulho, o trem de pouso cai automaticamente pela força da gravidade exercida no avião, acima de 6 G´s o trem de pouso desce e trava sozinho, é um dispositivo de segurança para que seja utilizado na falta do sistema hidráulico da aeronave. Note no detalhe da foto onde indica as tampas de inspeção que não estão em seus devidos lugares, com os indícios de explosão para que estas fossem arrancadas, note também vestígios de fogo em ambos os motores, eles foram arrancados com a força G.A pergunta que não quer calar é: Porque fizeram isto com este aparelho? Quem fez isto? Porque os militares demoraram 2 anos para expedir um laudo conclusivo sobre o acidente? Porque os destroços do avião não foram resgatados para uma melhor investigação sobre o acidente e teve os destroços dinamitados, alegando Bogus Parts?

Os pilotos do Legacy dizem terem sido orientados a pousas em uma pista MILITAR na serra dos Carajás, orientados por um 747 cargueiro q passava no local, detalhe curioso é q no Brasil, não temos 747 cargueiro, teria sido realmente um cargueiro q os orientou??? Pq não trazem os pilotos do Legacy aqui para darem explicações sobre o ocorrido, demoraram 2 anos para divulgarem um laudo conclusivo, e os militares ficaram 1 semana no mato dinamitando os destroços, quando deveriam tê-los trazidos para o CENIPA ou mandado para a Boeing, para serem analisados até para fins de investigação, notem no detalhe da foto aqui, o q realmente aconteceu, agora a pergunta q não quer calar: Quem fez isto? O motivo a gente já sabe, mas quem fez isto???

Quero ver o dia em q irão abrir a caixa de Pandora deste governo assassino e covarde... VAGABUNDOS COMUNISTAS DE MERDA, SÓ EM UM AVIÃO ASSASSINARAM QUASE QUE A MESMA QUANTIDADE DE MILITANTES COMUNISTAS QUE OS MILITARES MANDARAM PARA O INFERNO, ESTES QUE MORRERAM NO ACIDENTE DO GOL NÃO ERAM MILITANTES, ERAM PESSOAS INOCENTES E Q TINHAM FAMÍLIAS Q FORAM DESTRUÍDAS, PELA GANÂNCIA PELO PODER, PERDI 3 GRANDES AMIGOS NESTE ACIDENTE E 3 COLEGAS DE PROFISSÃO, UM DIA VCS TERÃO Q PRESTAR CONTAS DISTO TUDO, CUSTE O QUEU CUSTAR...

Indico alguns sites onde podem ser encontrados mais informações sobre o acidente.




Famílias exigem explicações sobre a tragédia com Boeing.Um grande ponto de interrogação, dor, revolta e o desejo de justiça. Após setenta dias, é isso o que ficou para familiares e amigos das vítimas do acidente com o avião da Gol Linhas Aéreas, que fazia o vôo 1907, e que caiu após uma colisão com o avião Legacy de propriedade da empresa americana Excel-Aire. Os 154 ocupantes do avião da Gol morreram. A falta de informações concretas sobre o que realmente aconteceu na tarde do dia 29 de setembro causa muita angústia. Tudo o que sabem vem por meio de reportagens veiculadas pela imprensa. E diante de revelações feitas nesta semana em uma revista de circulação nacional, uma das famílias vai entrar com um processo contra a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). 

Eliane Fontoura, mãe de André Fontoura, que morreu no acidente - ela mora em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba -, ficou indignada ao ler as declarações do presidente da Infraero, brigadeiro José Carlos Pereira, à revista IstoÉ desta semana. Na reportagem, ele fala que a Aeronáutica e a Anac já sabiam que não havia sobreviventes duas horas depois do acidente. No entanto, durante 48 horas o avião da Gol teve o status de desaparecido. A confirmação só veio no dia 1.º de outubro.

Pereira ainda revela que duas horas após a colisão, quando as turbinas ainda estavam aquecidas, cinco homens do esquadrão de elite da Aeronáutica desceram até o local do acidente e ficaram guardando os corpos para que os animais da selva amazônica não os comessem. ?Esconderam das famílias por 48 horas por causa das eleições (realizadas no dia 1.º de outubro)! Esconderam tudo. Nos fizeram de idiotas por 48 horas. E entregaram o meu filho podre, dez dias após o acidente. Isso não dá para aceitar. Eu exijo respeito porque mataram o meu filho dentro do avião da Gol aos 31 anos de idade. O governo brasileiro deve uma satisfação para a gente. Foi uma afronta a todas as famílias. Não desculpo o governo por ter entregado o meu filho podre?, conta Eliana, indignada. Por isso, ela vai entrar com um processo contra a Anac. A família Fontoura foi a primeira a ingressar com uma ação contra a ExcelAire nos Estados Unidos.

Rosane Prates Amorin Gutjahr, viúva de Rolf Ferdinando Gutjahr, uma das vítimas paranaenses do acidente, foi quem entrou com um pedido de liminar na Justiça Federal para que os pilotos americanos do Legacy permanecessem no Brasil até o final das investigações. Anteontem, a Justiça considerou que não havia necessidade para isso e os pilotos foram liberados. ?A decisão foi péssima. Eles mataram 154 pessoas e vão voltar para os Estados Unidos?, afirma.

Para Rosane, era essencial que os pilotos ficassem no Brasil. Ela faz a comparação com um acidente de automóveis. ?Se um carro está na contramão e bate em alguém, de quem é a culpa? Dos buracos, do Detran, da Polícia Rodoviária ou do motorista? É do motorista. No acidente da Gol, o fato de o controlador ter ou não visto não diminui a responsabilidade dos pilotos americanos?, comenta.

Tanto Rosane quanto Eliane não têm dúvidas: os culpados pelo acidente são os pilotos americanos Joseph Lepore e Jan Paladino. ?Após uma semana, um perito dos Estados Unidos, a pedido do nosso advogado, Leonardo Amarente, veio aqui e nos explicou tudo o que havia acontecido. Ele já sabia e tinha certeza que o transponder estava desligado. Se o acidente tivesse acontecido nos Estados Unidos, ocasionado por pilotos brasileiros, eles já estariam presos e talvez no corredor da morte. Eles não seguiram a carta de vôo, então são culpados?, avalia Eliane.

Rosane deixa no ar outras perguntas, que até agora não tiveram respostas. ?Onde estão os exames feitos nos pilotos americanos logo após o pouso na base aérea de Cachimbo? Por que não foi feita uma perícia interna no Legacy quando o mesmo pousou em Cachimbo?  Pelo que dizem alguns técnicos, o tipo de avarias no Legacy indica que ele não deveria estar voando em linha reta. Já foi verificado que o piloto da Gol acionou o trem de pouso e colocou força no manche. Quando isto aconteceu? Pode ter buraco negro na cobertura de radar, mas os aviões não cruzam os oceanos apenas com a carta de vôo e a comunicação por rádio? Existem muitas divergências?, relata.

Desvio de notícias com cunho puramente político

Para Eliane Fontoura e Rosana Gutjahr, o caos que acontece nos aeroportos não tem qualquer tipo de relacionamento com o acidente do vôo 1907. A divulgação de notícias sobre os problemas e atrasos de pousos e decolagens acabou afastando o acidente da mídia. ?A crise na Aeronáutica não tem nada a ver com o acidente. Misturaram tudo. A população está achando que os culpados são os controladores, o que não é verdade?, afirma Eliane.

Rosane acredita que o direcionamento de parte da mídia para a culpa dos controladores e do governo federal tem um cunho político. ?A base do problema é o não-seguimento do plano de vôo. Pronto. O resto foi conseqüência. Mas a origem do problema é esta. A crise aérea desviou totalmente o foco das investigações. A falta de informações traz angústia e nós só estamos pedindo bom senso e justiça?, argumenta.

Gol

O primeiro atendimento da Gol Linhas Aéreas para os familiares e amigos das vítimas foi excepcional, de acordo com Eliane Fontoura. ?A comissão de frente da Gol nos atendeu com muita atenção. Mas nós só conhecemos a Gol do balcão?, afirma Eliane. Ela ainda teve um problema sobre o plano de saúde prometido pela empresa. O benefício foi concedido para ela e para o seu ex-marido, pai de André, mas depois foi retirado sem qualquer aviso.

Rosana conta que a Gol ligou para ela apenas cinco vezes desde o dia do acidente. ?A primeira foi para ver o cemitério onde queria enterrar o meu marido; depois foi sobre o plano de saúde com duração de um ano; em terceiro, era para tratar sobre o seguro obrigatório, de R$ 14 mil, que ainda não depositaram; na quarta ligação, a Gol queria uma reunião para tratar de indenização, o que eu não quis fazer agora; e a última vez para informar sobre a devolução dos pertences. Qualquer outro tipo de informação eu tive que correr muito atrás?, declara.

No entanto, Rosana ressalta que isso não é o relevante e que não vai mudar nada sobre o que já aconteceu. Para ela, o foco das famílias agora é o de lutar para que os responsáveis pelo acidente sejam punidos.

A assessoria de imprensa da Gol Linhas Aéreas informou que a companhia permanece com o compromisso de assistência total e comunicação direta com todas as famílias. Sobre o plano de saúde de Eliane Fontoura, a empresa diz que assuntos desse tipo (benefícios e indenizações) são tratados diretamente com a família, sendo um tema reservado e que não será divulgado para a imprensa.

Espera sem definição e poucas informações

Lígia Martoni e Joyce Carvalho

O presidente da Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Vôo 1907, Jorge André Cavalcante, que perdeu um sobrinho no acidente, conta que a maior preocupação das famílias é com relação à falta de clareza das informações que recebem. Passados dois meses da tragédia, ainda não é possível apontar responsabilidades ou participar diretamente das apurações. Tamanha falta de respostas aumenta ainda mais a insegurança das famílias. ?E nos consta que as investigações vão demorar ainda mais oito meses?, lamenta.

Além do tempo de espera, as famílias se preocupam também com o rumo a ser tomado no que concerne à punição dos responsáveis. ?Sabemos que os controladores têm culpa, mas o foco está sendo colocado somente sobre eles. E quanto aos pilotos do Legacy? Eles também são responsáveis, pois não seguiram as orientações e procedimentos que deveriam?, afirma o familiar, temendo que os americanos não sejam penalizados.

De acordo com Jorge, que contratou um experiente advogado na área de Direito Aeronáutico, diversos erros são apontados aos pilotos da aeronave que saiu praticamente ilesa à tragédia.
O piloto tem um mapa que mostra a rota e quais freqüências deve usar. Se recebeu o número errado, por que não usou o mapa para verificar a freqüência correta do lugar que sobrevoava? Sabemos que o transponder tinha um defeito de fabricação, mas por que ele não verificou o funcionamento??, indaga. Jorge André também não se conforma com o fato de os pilotos não terem questionado o plano de vôo recebido se o mesmo não estava de acordo com as instruções vindas da torre de controle. Para o presidente da associação, a falta de comentários sobre a responsabilidade dos americanos faz parte de um jogo de interesses financeiros articulado pelas seguradoras. Estão querendo jogar a responsabilidade para o governo brasileiro porque, assim, o caso termina com indenizações pagas em forma de precatórios e a perder de vista. ?Vai sobrar para o lado mais fraco, o lado dos controladores?, acredita.

De acordo com Jorge André, a associação ainda tenta colocar um perito de confiança dos familiares para acompanhar as investigações sobre o acidente. Nos Estados Unidos, a primeira audiência sobre a ação impetrada em Nova York acontece no próximo dia 18.

Não podemos ficar esperando mais oito meses. As famílias continuam sofrendo. As pessoas continuam sendo enganadas por advogados, por falsas promessas.

Estou aberto para maiores informações.

Notícia do dia 31/03/2011

Lepore segue Paladino e diz que transponder estava ligado

Paladino diz que não havia problemas antes da colisão com o GOL

Pilotos são condenados pelo acidente do GOL

Pena para pilotos é contestada por familiares de vítimas.
Assim como o Ministério Público Federal (MPF), a Associação de Familiares e Amigos do Voo 1907 deve recorrer ao Tribunal Regional Federal (TRF) da decisão que condenou os pilotos norte-americanos do Legacy, Jan Paul Paladino e Joseph Lepore, a prestação de serviço à comunidade. O acidente entre o jato e o Boeing da Gol aconteceu em setembro de 2006 e deixou 154 pessoas mortas no interior de Mato Grosso.

Abraços e que Deus nos proteja, sempre...

"Quem reconhece a sua ignorância demonstra a sua inteligência, quem ignora a sua ignorância, vive na eterna ilusão"

Este sou eu e o Brigadeiro Jorge Kersul Filho, o mesmo que apareceu chorando outro dia na TV, porque ele sabe de tudo e não fala nada, mas o peso em sua consciência em baixar servis aos bandidos e comunistas que hoje estão no poder, sendo condecorados com medalhas sem brilho e que valem menos do que qualquer latão.

O CHORO DO BRIGADEIRO NÃO FOI PORQUE ÀS FORÇAS FORAM ACHINCALHADAS, O CHORO DO BRIGADEIRO NA VERDADE É O DO PESO NA SUA CONSCIÊNCIA POR SABER QUE NÃO HOUVE CHOQUE ENTRE OS AVIÕES, E TEVE QUE CUMPRIR ORDENS DE IMUNDOS QUE ESTÃO NO PODER.

Entenda uma coisa, o choro do brigadeiro neste caso não foi por causa do escândalo dos pertences, que estavam sumindo e aparecendo em outros lugares, ou foram roubados, o choro do brigadeiro foi porque o mesmo sabe das verdades e teve que obedecer ordens deste imundos, cujo os quais elle compactuou, saiu sem dar explicações no dia, para não falar com a imprensa, pois só com um outro escândalo dentro de um escândalo, poderia abafar as perguntas sobre o acidente e resgate dos destroços para uma investigação mais profunda, e não dinamitando os destroços para sumirem com as provas do "Suposto" acidente como fizeram.

Assista o choro do Brigadeiro neste vídeo







                                                      
  Eu e o Brigadeiro Jorge Kersul Filho, após o curso que fui fazer no CENIPA


“Jornalismo é publicar o que alguém não quer que seja publicado; todo o resto é publicidade”.
George Orwell