Siga Marcello Reis no FOICEbook

sábado, 30 de junho de 2012

QUEM É O "SANTO" GUERRILHEIRO, CARLOS EUGÊNIO DA PAZ, VULGO CLEMENTE ?



Seria este ESCROQUE COMUNISTA da Paz, condicente com o seu sobrenome? Claro que não, Vamos conhecer um pouco sobre quem foi este "Santo" TERRORISTA que lutou contra o Brasil, e é visto hoje pelos jovens apoiadores do PT, como um herói que "lutou pela democracia" durante o REGIME MILITAR.

Carlos Eugênio da Paz, amigo da KAMARADA ESTELA, digo, LUIZA, digo DILMA ROUSSEFF foi um dos militantes da ALN que esteve presente em quase todos os atos terroristas da organização. 

Ex-comandante da ALN, membro da Coordenacão Regional e Nacional da Organização. Juiz e carrasco do "Tribunal Vermelho ", participou ativamente de, como ele mesmo declarou, cerca de 10 assassinatos. 

Um dos mais discutidos JUSTIÇAMENTOS, entre os próprios militantes das organizações terroristas foi o de Márcio Toledo Leite, que o próprio CLEMENTE, diz não se arrepender e defende a execução de Hennig Boilesen descrito em seu livro : Viagem à Luta Armada.o homem da ALN que avalia fuzis “bons para execução” e amigo do dirceu que integrava o mesmo grupo terrorista. Ele trata da morte como quem diz: “Está frio lá fora e hoje e segunda-feira”.  Eis a transcrição do que este ASSASSINO TERRORISTA fala no vídeo apresentado pela novela exibida no SBT, em retribuição do Silvio Santos ao governo do PT, após o operário que nunca foi padrão ter salvo o banco Panamericano.

“Eu, atrás (no banco do fusca) com um fuzil Mauser 762, que é um fuzil muito bom para execução, de muita precisão. E quando ele (a vítima) chega na esquina da alameda Casa Branca, ele tinha de parar porque tinha uns dois carro na frente... Ele teve que parar. Quando ele parou, eu tava no banco de trás do carro e falei ‘Vou dar um tiro nele’. Peguei o fuzil, o companheiro que tava na frente, no Fusca, baixou a cabeça e já dei um primeiro tiro de fuzil. Não acertei de cheio porque eu sou destro; eu atiro nessa posição (Note a frieza como ele demonstra a posição e o verbo NO PRESENTE), como eu tava atrás, no Fusca, eu tive que inverter e atirei assim, então pegou aqui, de cabeça, no occipital dele, mas já começou a sangrar. Ele abre a porta do carro e sai do carro. Nós saímos. Só o motorista que não sai porque o motorista tem que ficar ali, assegurando a fuga. Saímos eu e outro companheiro. Ele sai com a metralhadora, eu saio com o fuzil. Ele (a vítima) saiu correndo em direção à feira, o companheiro metralhando ele, e eu acertando com dois, três, quatro (tiros), acertei três tiros nas costas dele, e o companheiro, com a metralhadora, acertou vários. Aí, de repente, ele caiu; quando ele caiu, eu me aproximei, e, com a última bala, a gente sempre dá o último tiro de misericórdia, que é para saber que a ação realmente foi cumprida até o fim.




"Uma nação soberana e justa se constrói também através das lutas de seu povo. Quando uma parte da sociedade apela para a violência, é bom que aqueles que defendem a democracia e a liberdade respondam com as mesmas armas. Isso vai construindo uma consciência a longo prazo, mesmo se essa luta não conseguir todos os seus objetivos."




Como é que este guerrilheiro ainda tá vivo e falando estas sandices, se ele mesmo diz que os militares matavam os escroques comunistas, ou seriam os próprios escroques que matavam e sumiam com os KAMARADAS DISSIDENTES que ao saberem as verdades sobre à luta armada, que era uma INTENTONA COMUNISTA no Brasil, decidiram abandonar o movimento por ser um movimento ILEGÍTIMO E ANTIPATRIÓTICO, sendo estes barbaramente EXECUTADOS.


COM VOCÊS, O SENHOR DA GUERRA COM O NOME DE PAZ.






"Quem desconhece a história é apenas um IGNORANTE, mas aquele que a conhece e diz que é MENTIRA, este é um CRIMINOSO."             (Bertold Brecht)
Por: Bruno Toscano